07 de Abril de 2008

Hoje é tudo sobre filmes de terror. Provavelmente todos saberão, uma vez que são filme e actores sobejamente conhecidos, mas fica a informação para quem não sabe.

Jamie Lee Curtis tornou-se conhecida no mundo do cinema, como "Scream Queen " em Halloween de John Carpenter . Essa presença valeu-lhe a sequela e a participação em outros dois filmes da saga, para além de filmes como The Fog e outros tantos, fora o terror.


Kevin Bacon teve o seu primeiro filme em Friday The 13th . O original que não conta com Jason Vorhees e sim a sua mãe, Pamela . A participação de Bacon acaba após o "sexo proibido". Uma partida feliz... como se constata na... foto.


Johnny Depp teve a seu primeiro papel em Nightmare on Elm Street . Os leitores mais  assíduos deste blog (se não sabem: Shame on you!). O que não sabem é que ele usava uma poupa horrível !


Por ultimo, tenho para vocês, fresquinho, fresquinho: George Constanza com cabelo. Pois é! Jason Alexander, antes de ser sobejamente conhecido, teve o seu papel principal em The Burning de 1981. Com cabelo... e esta heim?
publicado por Ricardo Fernandes às 18:56 link do post
tags:
07 de Abril de 2008

Muito, muito Fácil!



Loot - 7 Pontos.
Mauro Fonseca - 5 Pontos.
RJ/Kriticinema - 4 Pontos.
Filipa - 1 Ponto.
Knoxville- 1 Ponto.
publicado por Ricardo Fernandes às 12:57 link do post
07 de Abril de 2008

Não sei propriamente classificar se “Wristcutters – A Love Story” está na categoria de filmes indie, mas se não está, devia estar. Filmado em 2005, passou por todos os festivais mundiais em 2006, até estrear nos EUA no ano de 2007 e atingir as prateleiras dos DVD’s em 2008.

 

Wristcutters conta a história de um rapaz (Patrick Fugit de Almost Famous) que cansado da vida que leva e em que se encontra, suicida-se. Como suicida, assim que morre, a sua alma fica num limbo para os suicidas, onde estará junto de todos aqueles que se suicidaram. O que ele não estava à espera é que o mundo para o qual foi, é praticamente igual ao que acabou de deixar, onde há trabalho, leis e ninguém sorri. Belo castigo não? A monotonia existente nesta sua nova realidade só se altera, quando descobre que a mulher que amava (Leslie Bibb), também se encontra nesta realidade. Com o seu mais recente amigo russo (Shea Whigham) parte numa roadtrip na tentativa de se reencontrar com a mulher que ama. Pelo caminho esperam-lhe aventuras, novas pessoas (Shannyn Sossamon, Tom Waits e Sarh Roemer num curto papel) e novos amores.

 

Tipico humor indie e personagens caricatas com diálogos por um lado, completamente “nonsense” por outro extremamente apelativos e motivos de reflexão, fazem deste um excelente filme para ser visto numa daquelas tardes em que não apetece mesmo sair do sofá.

 

8/10 - A não perder! Na minha cabeça, bem melhor que Juno!

publicado por Ricardo Fernandes às 12:52 link do post
tags: ,
07 de Abril de 2008

Oito estranhos, oito pontos de vista, uma verdade. O tagline é o ponto de partida para um filme, dividido em oito histórias sobre o mesmo evento: o assassinato do Presidente dos Estados Unidos numa Cimeira em Espanha. Não sendo um conceito novo, o filme é estabelecido num período de 20 minutos que são recontados pelas oito personagens centrais da trama.

 

É interessante ver como está estruturado o filme. Tal e qual episódios de séries de TV, cada “ponto de vista” introduz a personagem da história seguinte e deixa-nos com um “cliffhanger” que nos prende ao grande ecrã, à espera da resolução, até chegar finalmente à junção de todas as histórias e o filme decorrer fora deste período pré-estabelecido de 20 minutos. É um thriller que surge como uma lufada de ar fresco no panorama cinematográfico. Não me lembrava já de ficar em pulgas para saber o que acontece sem ser num episódio de uma série de TV.

 

Carregado de vedetas do pequeno e grande é ecrã tais como: Sigourney Weaver, Dennis Quais, Forest Withaker, Matthew Fox e William Hurt são alguns dos nomes deste thriller emocionante que poderia ter um desfecho estruturado de uma maneira diferente. Acaba por ser aquele final simplista demais para um enredo que até então tinha superado todas as expectativas.

 

7/10 - Vale a pena ver, mas não é imperdível.

publicado por Ricardo Fernandes às 12:48 link do post
tags: ,
07 de Abril de 2008

Reservation Road é um filme muito pesado e que lida com assuntos normalmente tabus demais para serem tratados no grande ou no pequeno ecrã. Numa época em que “hit-n-run” cada vez mais é uma constante nos nossos noticiários, este Reservation Road mostra o que acontece a uma família que se vê privada do filho num acidente, onde um carro o ceifa e depois foge; e do condutor do carro que não teve intenção de embater na criança cuja fuga é despoletada pelo medo.

 

Tendo já passado por uma situação semelhante na minha vida, sendo eu um familiar de alguém a quem isto já aconteceu, o filme afectou-me de várias maneiras, jeitos e feitios. Se por um lado eu sempre compreendi, o medo e o receio de quem embate, não consigo compreender nem entender o que é que leva uma pessoa a fugir. Sendo um acidente, o máximo que poderá acontecer ao condutor é ficar sem carta. As consequências para o outro lado é que são devastadoras. Não há lugar a paz, a descanso, a silencio de mentes. O condutor que embate, não ceifa só uma vida mas várias no caminho, sendo a família a primeira a cair.

 

Porém, não deixo de respeitar a coragem de Terry George, ao tentar mostrar este segundo lado da história. A escolha feliz de Mark Ruffalo para o papel do condutor, também leva o espectador a identificar-se com o medo e a confusão do mesmo, tendo inclusive alguma simpatia por ele. É a minha opinião, que a covardia nestes termos, não dá lugar a qualquer tipo de simpatia. Para o lado da família, destaque para as actuações de Joaquin Phoenix e de Jennifer Connelly que espelham a dor, a confusão e a culpa (inexistente) como sentimentos normais que surgem numa situação destas, de uma forma brilhante.

 

6/10 - Admiro a coragem da história, mas não a sua intenção.

publicado por Ricardo Fernandes às 12:43 link do post
tags: ,
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
19
20
24
25
26
27
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO