13 de Março de 2007

Reza a lenda que em cada geração, Mefistófeles (há coisas que não se traduzem… mas enfim), vem à terra angariar uma alma para ser o seu “bounty-hunter” do inferno. Mefistófeles procura alguém que traga as almas foragidas ao quinto dos infernos.

Um filme de BD é um filme bom por norma. Pelo menos para fanáticos, que como eu nem conseguem olhar para o Quarteto Fantástico ou ainda Hulk e ver um filme mau. Este Ghostrider ou como eu me acostumei a chama-lo (tudo culpa das revistas da Abril) Motoqueiro Fantasma, é um bom filme, tem bons actores e tens bons efeitos especiais. Como tudo na vida podia ser mais grandioso, mas uma vez que não é há que beber o que ele oferece.

Conta a história de Johny Cash (ou o João Dinheiro, se a tradutora do filme o quiser assim) um rapaz motociclista de circo com o pai seu mentor e companheiro de acrobacias. Para não faltar emoção romântica, o rapaz é apaixonado por uma local e daria tudo por ela.

Como nem todas as histórias são felizes, o pai de Johny tem cancro pulmonar e não nenhuma força na terra que possa evitar o fim inevitável do homem. Pois estão a pensar bem eu disse terra e não inferno. Mefistófeles, príncipe das trevas, aborda Johny e oferece-lhe um acordo que ele não pode recusar: a sua alma em troca da saúde do seu pai. Johny aceita (ainda que involuntariamente) e quando o seu pai fica melhor, Mefistófeles acha que este será um obstáculo à evolução de Johny como campeão dos infernos. Mata-o. Cash, magoado, foge, deixando tudo para trás e anos mais tarde constrói uma carreira como motociclista de espectáculos.

É nessa altura que surge o filho de Mephisto na terra (isto soa um pouco a uma mistura de Spawn com Constantine…) a preparar-se para fazer um golpe de estado no inferno. É assim que Johny Cash vive Ghostrider, sempre que tiver escuro e ele estiver perto do mal, transforma-se na caveira flamejante e vai punir os maus da fita.

Nicholas Cage é o Ghostrider. O papel não nasceu para ele, mas ele tem muita pinta ao fazer o mesmo. Se há tipo que mesmo a dar um ensaio de porrada, dos maiores que alguma vez vimos, tem um ar extremamente cool, esse alguém é Nicholas Cage. Portanto, resumindo e concluindo Nicholas Cage é o maior. Realizado e escrito sobriamente por Mark Steven Johnson, é um bom filme de domingo, diverte e fascina a quem é fã.

Errata: Em vez de Cash é Cage... E no post sobre o Nip/Tuck não é a quarta temporada e sim a quinta!!!

Dou-lhe 7/10.

publicado por Ricardo Fernandes às 15:38 link do post
tags: ,
12 de Março de 2007

Terminou a Guerra Civil da Marvel. E se por um lado temos um novo grupo de Vingadores, um novo Quarteto Fantástico, um Homem-Aranha a divorciar-se (ninguém sabe ainda), ou um Hulk “à la Punisher”, por outro lado temos o fim de um dos mais conhecidos e acarinhados heróis de todo o Universo Marvel: a morte de Capitão América.

Capitão América morre. Aí está algo que nunca imaginei escrever…

Enfim, choradeira à parte, a revista foi um sucesso, aliás a edição nº 25 da nova revista do Capi (nome carinhoso lá em casa), esgotou e foi tema de notícia em todo o lado, teve direito a horário nobre na CNN e em vários jornais e revistas.

A boa notícia é que a revista não foi cancelada. O Nº 26 está a sair. E parece que a revista é para ficar. Será manobra de marketing? Enfim… É uma época triste na mesma.


publicado por Ricardo Fernandes às 18:08 link do post
tags:
12 de Março de 2007

Eu acho que nunca vos brindei com Nip / Tuck. Se nunca o fiz foi por puro esquecimento pois a série é muito, mas muito boa.

Nip / Tuck é a história de dois cirurgiões plásticos que tem o seu próprio estamine em Miami cuja missão na vida parece ser meterem-se em problemas a torto e a direito. Christian Troy (Julian McMahon) e Sean McNamara (Dylan Walsh) são o oposto um do outro. Um é um gala completamente egoísta, cruel e com uma pinta do caraças o outro tem ar de Tony e o supremo desejo é constituir família.

A segunda série é a melhor na minha opinião, pois a inclusão do “Açougueiro” (as minhas legendas eram em brasileiro), um assassino que visava destruir a beleza das suas vítimas, trouxe uma dinâmica diferente à série, que até então dividia-se sobretudo entre os problemas psicológicos de cada um.

Ora, para esta quarta série, que irá estrear para breve nos States, já se falam de alguns nomes que entrarão ao longo da série como pacientes destes dois malucos. Madonna e Nicole Kidman, são para já os nomes “confirmados” numa série que já contou com as presenças de Famke Janssen, Jacqueline Bisset, Rhona Mitra, Kate Mara, Alanis Morissette, Brooke Shields, Rebecca Gayheart, Anne Heche, entre outras. A Madonna até vai estar nua, o que tem toda a lógica uma vez que praticamente todas as mencionadas acima tiveram algum relacionamento sexual com o Dr. Troy.


publicado por Ricardo Fernandes às 18:07 link do post
tags:
12 de Março de 2007

Após muita lenga lenga, a irmã do “Donnie Darko”, Maggie Gyllenhaal está confirmadíssima no papel que foi de Katie Holmes (Batman Begins) na sequela “The Dark Knight”.

Sam Neill, pode não participar em Jurassic Park IV. “Dr. Alan Grant” ainda não ouviu falar de nada, nem ninguém falou com ele. A ver vamos.

Shia Lebouef que iremos ver brevemente em Transformers, foi tão depressa confirmado como “não confirmado” em Indiana Jones IV como o filho nerd de Harrison Ford.

Por falar em Transformers, Michael Bay andava aí a subir paredes porque a MPAA (os tipos que classificam os filmes) queriam dar a classificação R ao filme. Esta classificação é para os maiores de 17, o que quer dizer que o filme tem porrada… Muita porrada. Ao que parece Bay deixou de subir paredes porque o “nada conhecido” produtor do filme, Steven Spielberg, conseguiu baixar a classificação para maiores de 13! Vai ser bom!!!!!

Em vez de eu estar com balelas aqui leiam este post. Explica tudo sobre o que é que o filme 300 (BD de Frank Miller) têm a ver com Watchman ( BD de Alan Moore).

Há uns tempos vi um artigo, não sei se foi no Blog do Brain Mixer (cujo link está aí de lado), sobre as personagens de cinema que mais mereciam ter um spinoff delas, e uma delas era a personagem que Johnny Depp interpreta em “Era uma vez no México”. Ora parece que Robert Rodriguez, está muito seriamente a querer fazer uma trilogia de Era uma vez no México. Ele faria mais 2 filmes e ficaria com 2 trilogias distintas a partilhar o mesmo filme. Interessante não? De qualquer forma, Jack Sparrow, ops! Johnny Depp estaria interessado em representar o bicho novamente.


publicado por Ricardo Fernandes às 18:05 link do post
tags:
05 de Março de 2007

Rob Zombie está em alta. Até parece que quer divulgar tudo antes do filme sair… Enfim!

A primeira imagem é o Dr. Loomis e a segunda tem a Laurie Strode no meio.


publicado por Ricardo Fernandes às 12:59 link do post
tags:
05 de Março de 2007

Ainda não acabou a primeira temporada de Heroes e já se sabe que irá existir uma segunda (vamos todos salutar a Alá!).

Eu já me questionei como seria uma segunda temporada de Heroes, uma vez que esta desde os primeiros episódios aponta para um final nesta série. Um final bombástico por assim dizer.

A série tem excelentes actores, na sua maioria caras conhecidas do grande ecrã e (penso eu de que) não se iriam aguentar muito tempo a fazer televisão e gostariam de retornar àquilo que sempre fizeram, ou seja cinema.

O criador Tim Krieg veio rematar esta questão de uma forma muito eficiente. Disse em uma entrevista que a segunda série contará uma nova história, apresentará novos heróis. No entanto afirmou, que há certas personagens pelas quais tem um grande carinho e essas deverão continuar. Outras por sinal devem morrer. Ainda referiu que será assim pois não pretende ver mais um Lost na TV e sim uma espécie de 24 horas (em termos de argumento).

Parece bem, não?

publicado por Ricardo Fernandes às 12:57 link do post
tags:
05 de Março de 2007

Quem não viu o primeiro, vulgo Adrenalina, deve parar de ler imediatamente. Se continuas a ler é porque já viste ou então não te importas com Spoilers.

Chev Chelios interpretado pelo ganda maluco Jason Statham, acorda um dia e descobre que foi injectado com um veneno cuja fuga é impossível. A única coisa que Chev pode fazer é ter os níveis de adrenalina no máximo de forma a adiar o inevitável.

O filme não é nada de extraordinário, mas proporciona bons momentos de acção e comédia. Fala-se agora de uma sequela e ainda não se falou de actores mas será engraçado ver Chev Chelios novamente ou então a sua namorada a fenomenal Amy Smart. Há apenas um pequeno problema, Chev nas últimas cenas do filme cai de um helicóptero para o meio de uma avenida. Se o dito cujo estivesse a 2 metros do chão, não havia problema… mas não estava… eram mais 2 km. Embora a ultima cena do filme seja ele precisamente a abrir os olhos depois da queda é um bocadinho complicado fazer uma sequela, mas vamos ver.


publicado por Ricardo Fernandes às 12:45 link do post
tags:
05 de Março de 2007

É só carregar aqui.

publicado por Ricardo Fernandes às 12:44 link do post
tags:
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
18
20
21
22
23
24
25
28
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO