16 de Junho de 2006

Aliens Vs. Predator foi para a maioria das pessoas que o viu, um filme dispensável. Praticamente toda a gente com quem falei sobre o filme, esperava mais e desiludiu-se com o mesmo. Na minha opinião pessoal o filme cumpriu. Esperava mais acção do que a presente, mas não se tem tudo o que se quer… E revejo o filme, comprei o dvd e espero o outro.
Que dizer então sobre a sequela? Ela vai para a frente… Tem agora não um, mas dois directores: Greg e Colin Strauger.
Mas quem são estes gajos? Perguntam vocês e muito bem… o problema é que eu também não faço puto de ideia de quem sejam… Nem o que fizerem, nem deixam de fazer (bem vão fazer o AVP2, mas fora isso…), a não ser isso mesmo: vão estrear com este filme. Pode ser que “sangue estreante” traga uma boa sequela ao inicial.

publicado por Ricardo Fernandes às 16:48 link do post
tags:
16 de Junho de 2006

Em Portugal, a discussão mais comum de café deve ser sobre quem tem a melhor caixa torácica. Leiam-se… seios, enormes seios. Entre a Marisa Cruz e a Isabel Figueira ou as novas miúdas de Morangos com Açúcar… Não passa do mesmo de sempre: apenas um tema de café.
Já nos states a conversa é outra... Eles estão mais "à frente". Por votação, através da revista “In Touch” elegeram os “Seios Mais bonitos do Mundo”.
Como é obvio a grande vencedora foi, nada mais nada menos que, Scarlett Johansson. É a nova femme fatale do cinema norte-americano.

 

Vejamos agora a lista abaixo. Tyra Banks? Halle Berry? Pá… mas não viram o Monster’s Ball? E a Miss Jolie-Pitt? E a Mónica Belluci? Porque é que não estão na lista?
 
Enfim…
 
1) Scarlett Johansson
2) Jessica Simpson
3) Salma Hayek
4) Halle Berry
5) Jessica Alba
6) Tyra Banks
7) Jennifer Love Hewitt
8) Rebecca Romijn
9) Lindsay Lohan
10) Brittany Murphy

publicado por Ricardo Fernandes às 16:32 link do post
tags:
14 de Junho de 2006

Hoje chegou-me às mãos este video que partilho convosco. Não posso afirmar se é ou não verdadeiro, mas creio que sim. Não vou alongar-me, o video não revela grande coisa, mas sempre é um video do Homem Aranha 3 (supostamente). Em maio do ano que vem logo vemos!

 

 

publicado por Ricardo Fernandes às 15:50 link do post
tags:
14 de Junho de 2006

O velho anda mesmo em alta...

Há uns meses, alguns amigos pessoais da menina Love, vieram dizer a público que a imagem dela precisava de mudar, e que a melhor maneira para o fazer é a nudez. Isto gerou o alvoroço no mundo cibernáutico mas, claro está, não passou de uma opinião de um amigo... o resto infelizmente foi só especulação. Agora o velhote Hefner convidou-a oficialmente (não deve ter oferecido o que está mais abaixo: ver Post Angelina Jolie) para aparecer na capa da Playboy USA. Há um problema... ela diz que não se despe. "Tenho de ter algo só meu e não de toda a gente" afirma em The Sun. Parece-me que o problema estará na negociação do contracto e não na nudez em si. Fontes próximas da actriz afirmam que será o tipo de revista que não a atraí, se fosse um ensaio de glamour de uma Vanity Fair, este estava garantido. Vamos esperar por desenvolvimentos.

publicado por Ricardo Fernandes às 15:24 link do post
tags:
14 de Junho de 2006

Hefner tá velho mas está rijo. Firme e hirto que nem uma barra de ferro, diriam os pseudo-magos de Guimarães. Segundo algumas fontes, Hefner está a oferecer 20 milhões de Dollars e mais alguns "trocadinhos" para instituições de caridade, para ver o belo corpinho da menina Jolie nas páginas da mais famosa revista do Mundo. Deve ter visto a mesma entrevista pós-nascimento que eu... Pensei no mesmo!

publicado por Ricardo Fernandes às 15:20 link do post
tags:
14 de Junho de 2006

Mais uma vez confusos? Meus amigos... habituem-se, lá para os lados "dos américa" temos de estar preparados para estas situações. O primeiro filme foi um desastre (creio que todos concordamos nesse ponto) e por ter sido um desastre, não é pretendida uma continuação e sim um... Make over. "Hulk 2" será uma espécie de Batman Begins, feito a partir do zero com uma história totalmente diferente e talvez um Hulk não tão "digital"(digo eu... errm ESPERO eu). O que quer dizer que provavelmente não terá nenhum dos actores do primeiro filme. A Universal Pictures tem os direitos de uma sequela do primeiro filme e deste modo, os produtores passam a não ter o controlo de um estúdio e sim um filme independente, pois um make over já não está ao abrigo do contracto.

publicado por Ricardo Fernandes às 15:17 link do post
tags:
14 de Junho de 2006

Qual é a coisa, qual é ela que é velha e tem um filho mais velho ainda? Confuso? Pois... passo a explicar. Em Indiana Jones and the Last Crusade, Harrison Ford já devia ter uns 50 anos mas não era tão velho assim. Sean Connery, ainda que não fosse sessentão (ERA!) podia ser caracterizado de mais velho e seria o pai perfeito para Indiana Jones. Agora que os 2 parecem ter a mesma idade, George Lucas conta com ele para o quarto filme... Afirmou que estão a escrever o argumento a pensar nele mas que ainda não falaram com ele. Quanto à possível negação do actor para o papel: "Não é um problema" diz Lucas.  Devo presumir então que, quer ele queira quer não (deve dever-lhe um favor) temos 007 "old age" no filme, e tanto ele como o Harrison Ford devem levar as suas companheiras favoritas: as bengalas.



publicado por Ricardo Fernandes às 15:10 link do post
tags:
07 de Junho de 2006

Prefácio: 06/06/06 é a data. Sala de terror dos Cinemas Beloura. Sala cheia, casais.
 
Só por ser dia 6 de Junho de 2006, a carga emocional já vai no auge. Neste dia, e a ver um filme sobre o Diabo… ? Pior ainda. Por muito que não tenhamos religião, o certo é que somos educados num país católico. Isso reverte-se nos nossos pensamentos e acções do dia a dia.
 
O filme que fui ver é um remake do original de 1976, dirigido por Richard Donner (director entre outros de Superman e Arma Mortífera), com um relativo sucesso na altura. Relativo o suficiente para existirem mais 3 da saga e agora um remake. Devo dizer que foi uma jogada publicitária, excepcional. Uma estreia anormal a uma terça-feira no “dia do Diabo”. Eu não teria pensado melhor. O trailer é assustador o suficiente para interessar e devo dizer que o miúdo tá fenomenal, a sua expressão não tem preço…
 
O filme tem o seu inicio em Roma com o nascimento do filho de Robert Thorn (Liev Schreiber) o assistente de um embaixador norte-americano. Ao chegar ao Hospital, este descobre que o seu filho nasceu morto e que a sua mulher Katherine (Julia Stiles) não vai poder ter mais filhos. O padre regente da maternidade oferece-lhe a solução. No dia 06-06-06 às 06h-06m-06sg, a mesma hora e dia da morte do filho, nasce uma criança cuja mãe morre no parto. É-lhe oferecida a troca, ninguém tem de saber. Os dados estão lançados. O filho, Damien (Seamus Davey-Fitzpatrick), é na realidade o filho do Diabo, o anti-cristo e chega à terra para provocar a destruição da Humanidade.
 
Embora este filme nada acrescente ao original, o certo é que tem pormenores interessantes. É talvez o filme, onde mais notei a presença dos efeitos sonoros: desde a chuva a bater nos telhados, desde o barulho dos pássaros, até ao “puxar” (“bafo”) de um cigarro. Por outro lado é bastante morto visualmente, exceptuando os sonhos de Katherine onde especificamente num aparece com um roupão vermelho numa casa de banho branca.
Liev Schreiber é o actor principal e está presente em practicamente todo o filme. Creio que não tem perfil para esta personagem, uma vez que a sua expressão está inalterada desde que começa o filme até que acaba. Precisava-se de outro tipo de actor, mais uma vez creio que Clive Owen seria perfeito, mas este papel teria de ser para um americano. Julia Stiles, não foi a primeira escolha para o papel de Katherine. Esse papel foi inicialmente para Rachel Weiz que declinou o convite por estar grávida. Depois dela tentou-se Laura Linney, Hope Davis e Alicia Witt, até Mia Farrow (que também entra no filme) recomendar a Julia Stiles. Embora eu não ache que esteja mal no papel, o certo é que não há química entre o casal, e não há a energia que Lee Remick teve no primeiro filme. Mia Farrow, essa veterena excepcional, encarna na totalidade a sua personagem, tem a mesma figura, olhar e o modo de falar de um Adorador do Diabo. Ela é a ama de Damien. Por último, creio que Seamus Dayey Fitzpatrick faz um papel realmente assustador e espero o melhor deste miúdo.
 
Fica-me na retina, as imagens assustadores (poucas), o som é realmente muito bom. As cenas de morte estão melhores que as originais, mas de resto é um pouco aborrecido… Como já disse falta-lhe a energia e suspense do original. Ahhh, vai-me ficar sempre o marketing feito para este filme….
 


Vale a pena ver com a namorada… Cuidado com o braço!
publicado por Ricardo Fernandes às 18:35 link do post
tags: ,
07 de Junho de 2006

Fui ver este filme ao cinema com uma grande ansiedade. Adoro filmes sobre super heróis, quase tanto como sempre amei os “quadradinhos”.
X-men 3: The Final Stand, foi um filme que não me desiludiu, que cumpriu aquilo a que se havia proposto, mas que deixou água na boca. Este filme que “será” o final desta trilogia, deixou-me um pouco insatisfeito, não no argumento, ou nos efeitos especiais, mas por aquilo que eu queria do filme! Dos três, é provavelmente o que tem mais cenas fiéis à BD, mas ainda assim eu não queria uma cópia da BD, eu queria era mais!!!
Fiquei triste quando soube que a personagem de Kurt Wagner (Nocturno) não entraria neste filme (como já havia ficado para o segundo, quando o “Toad” não entrou), penso que a personagem dele estava muito bem conseguida, não há o porquê de o retirar, principalmente quando o jogo oficial do filme, tem 3 X-Men  jogáveis e este é um deles.  Existe claro para colmatar esta ausência, a introdução do “Beast” (Kelsey Gramar) e do “Angel”, bem como da “Callisto” (Dania Ramirez) e do Fanático/Juggernaut (o fantástico Vinnie Jones). Destes apenas o Anjo não se percebe o porquê de entrar no filme. A personagem tem imensas potencialidades… Raios é um dos membros fundadores dos X-Men, e tem aquele papel? Por outro lado a “Rogue”, “vampira” para nós, mais uma vez não é explorada e aparece mesmo muito pouco, neste filme. Creio que no cômputo geral, o enredo deste filme foi executado para fazer um ponto final na história, ou será essa a pretensão, daí que embora muitos capítulos sejam encerrados outros ficam em aberto (cuidado é um spoiler que aparece depois dos créditos finais).
 
Visualmente creio que o filme mantém-se fiel aos primeiros 2, ou seja muito bom. Brett Rattner não é Bryan Singer e embora eu não seja particularmente um grande fã deste último, creio que consegue ser melhor que o primeiro. Por outro lado, Rattner conseguiu passar a emoção do universo da BD para o filme, os outros dois não a têm. Como sempre os actores para os papéis são escolhidos a dedo (os novos actores) e exceptuando a presença da 3ª actriz para o papel de Kitty Pride, o filme neste ponto está muito fiel, aos seus princípios de não variar actores… Ver o Leonardo di Caprio a fazer de Wolverine, seria excepcional… Boas prestações como a de  Ian Mckellen, eu espero sempre brilhantismo. Este Magneto, devo confessar que a primeira vez que vi assustei-me… mas o actor é genial e hoje nem me recordo se por acaso o Magneto tinha um ar mais novo e menos… Vulnerável. Hugh Jackman não está o Wolverine selvagem que todos gostamos, está um pouco mole, Famke Jansen encarna a Fénix na perfeição, Patrick Stewart como Professor X continua a cumprir, Halle Berry encarna pela primeira vez a Deusa (é incrível como os seus poderes não são explorados). Cumprem como já disse aquilo a que se propõe o filme.
 
Este filme toca num ponto fulcral da história dos X-Men, a saga da Fénix. Embora na BD a explicação para como Jean Grey passa a ser a ser a Fénix, é bem diferente da que vemos no cinema. Ela surge quando Lilandra Neranami, sucessora do trono do Império Shi'ar, pede ajuda a Charles Xavier e os seus X-Men, para derrotar o seu irmão, que queria obter o Cristal M'Kraan cujo poder permetiria controlar o universo. Os X-Men derrotam os maus da fita, e devolvem o cristal ao seu devido lugar, mas entretanto, uma entidade cósmica conhecida como Fénix se apodera-se de Jean Grey, para que esta pudesse proteger o cristal. Quando voltam à terra Fénix é o elemento mais poderoso do grupo, de tal forma forte que derrotaria todos os inimigos muito facilmente… Isto foi um problema, pois as vendas caíram. Os argumentistas tiveram então a ideia de separá-la do grupo, mas surge uma ideia melhor torná-la má! É criado então um novo grupo de inimigos para os X-Men: o Clube do Inferno. Este Clube liderado por Emma Frost (diz-se que vai haver um filme sobre ela), a Rainha Branca, tinha como pretensão dominar a mente de Fénix, para que esta torna-se a sua rainha. Quando ela é apanhada pelo clube, os X-men vão em seu auxílio, mas acabam por sair derrotados. Todos excepto um: Wolverine. Que derrota o clube e salva a sua amada Jean. Neste processo de dominação da mente de Fénix, a mesma fica corrompida e torna-se má… É o inicio da Fénix Negra. Ela derrota todos os X-Men e depois foge para o espaço, para se alimentar. O alimento não é nada mais nada menos que uma estrela. Mais uma vez volta à terra e derrota os X-Men, excepto Xavier que ao invadir a mente de Fénix consegue recuperar a bondade em Jean, deixando esta de ser a Fénix. Houve no entanto, um problema… Esta estrela era um planeta. Um planeta do Império Shi’ar. A agora imperatriz volta à terra para obter vingança, pelo acto de Jean e no processo acaba por ferir gravemente Scott Summers (Ciclope). A dor para Jean é tal que a Fénix Negra, volta. Lilandra ordena então a destruição de todo o sistema solar, na esperança da Fénix ser eliminada no processo. Xavier antecipa-se e manda os X-Men matar a Jean, no entanto esta antecipa-se e volta a controlar o seu lado bom e suicida-se. É o fim da saga da Fénix Negra. Na história da BD, Jean volta a aparecer nos X-Men. Como se morreu? Ora… Isso é outra história. Para quem não conhece a saga e viu o filme, pode reparar que há vários pontos que se tocam.  
 
Não me vou alongar mais, creio que vale a pena ver o filme, para quem gosta e compreender o filme como isso mesmo… um filme. De entretenimento claro está, mas um filme e não uma BD com anos e anos de histórias entre as várias personagens. Espero que gostem do filme. Eu gostei.
 


(porque gosto da muito MARVEL)
 
publicado por Ricardo Fernandes às 10:57 link do post
tags: ,
Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO