26 de Novembro de 2007

A controvérsia em torno deste filme é o suficiente para nos levar a uma sala de cinema. Isso e o facto de podermos estar finalmente perante um grande filme português, afinal de contas e embora as caras sejam sobejamente conhecidas, a verdade é que mesmo depois de “Os Imortais” ainda estamos à espera de um grande filme português, podia ser este. Podia, não o é e arrisco-me a dizer que é o pior filme que alguma vez vi na minha vida. O próprio Ninja das Caldas (no seu elemento) consegue ser melhor em comparação. Será justo analisar esta montagem do produtor Alexandre Cebian Valente, uma vez que tantas foram as alterações ao filme que João Botelho como realizador não o assinou? Bem, acho que nunca o saberei pois não me atrevo a ver este filme novamente. Valente diz que para o DVD é capaz de surgir a versão João Botelho, mas a marca e o cunho pessoal de algumas cenas que são claramente dele, ainda me fazem mais do que me recusar a ver esta barbaridade, monstruosidade novamente.

 

Pois de facto, nunca imaginei que poderia dar 0 a um filme. Argumento não existe. As cenas são cortadas bruscamente, sugerindo ao espectador que estamos perante vários “sketches”, que retiram qualquer sentido ao filme, às tantas (e toda a gente seguiu isto nos jornais e na tv) não percebemos o que estamos a ver. Com esse argumento nulo, de facto não se pode exigir aos actores que cumpram a sua parte e tanto Margarida Vila Nova, Nicolau Breyner ou ainda António Cerdeira parecem amadores (Eu! Se estivesse a representar). Parece que os progressos feitos no pequeno ecrã (por muito poucos que tenham havido) não existem aqui, aliás o que vimos no excelente “Os Imortais”, ou ainda no mediano “Crime do Padre Amaro” (uma vez que estamos a falar de filmes portugueses para massas), foi como se não tivesse existido. A determinadas alturas até se ouve mais a banda sonora que as vozes dos actores.

 

Poderia dizer-se que o livro (cuja adaptação de João Monteiro é livre) não serve de base para um bom filme, mas aí eu estaria a ter uma ideia preconcebida, uma vez que nunca o li e não pretendo ler por sinal. Realmente não sei o que João Monteiro pretendia, o certo é que o filme começa muito mal, desenvolve-se mal e acaba ainda pior. Não revela nada que não tenhamos visto já na TV e nem sequer as cenas de sexo, tão sobejamente faladas fazem qualquer mossa ao espectador. À parte de um… “gang bang” com o que se supõe serem jogadores do Porto (um Quaresma um bocado gay) e uma cena completamente surreal da Margarida Vila Nova a ser puxada para dentro de agua, num acto de nudez gratuita, nada se vê que possa chocar ou causar impacto.

 

O meu conselho é simples, não vejam o filme. São quase duas horas que desperdiçam da vossa vida. Se tiverem mesmo que ver… esperem pelo DVD. Este filme é a maior m… Banhada da história. Notem que existem filmes maus. Existem filmes como por exemplo o Ataque dos Tomates Assassinos que de tão mau que é se torna um filme de culto, mas este mau acaba por ser vergonhoso. Esperemos que o “Call Girl” seja melhor ainda que sempre com os mesmos actores…

0/10


Fujam!

publicado por Ricardo Fernandes às 12:47 link do post
0? Uau...
Nem sei o q dizer, ainda bem q fiquei longe!
Abraço
Dreamweaver a 26 de Novembro de 2007 às 13:58
Eu estava longe de imaginar...
Ricardo Fernandes a 26 de Novembro de 2007 às 14:16
Assino por baixo...

É lamentável! Faz-me pensar que, também no cinema, estamos numa onda sensacionalista sem fim, sem nexo e sem vergonha! "Este argumento não vale nada mas como tem futebol, sexo e alguma polémica bora lá ganhar dinheiro com isto"
Filipa a 26 de Novembro de 2007 às 14:54
Viste o filme? não gostaste? já fizeste algum filme que se veja? Pelos vistos para ti tudo que é português é mal e os filmes americanos são o maxímo. Aliás vê-se pelo teu blog (é tudo americanizado). Como é que ainda continuas a viver neste país? Analisa primeiro o que se faz lá fora e depois critica o que se faz cá dentro. E com os miseros trocos.
papiscuds a 26 de Novembro de 2007 às 19:57
Ou tu não sabes ler... ou não sei... Quanto aos meus gostos americanizados... Sim! Adoro o que os "Cóbois" (à bom portuga) fazem!
Ricardo Fernandes a 27 de Novembro de 2007 às 04:09
Que absurdo! Este comentário consegue ser um insulto ainda maior à inteligência humano do que o próprio filme!
Não é ao comeres tudo o que te é dado pelos portugueses que louvas o teu país, aliás é exactamente esse provincianismo idiota que corrompe o que de bom se faz por cá.
Filipa a 27 de Novembro de 2007 às 19:28
Isto é uma chatice pá... então tu só gostas dos amaricanos '? Não apercias a boa arte de fazer movies nacional? Só não percebo peruquê A produção nacional é tão boa e bariada , que enfim... és de uma falta de patriotismo, de bom gosto, sei lá...
barrigas a 27 de Novembro de 2007 às 10:06
Qual arte de fazer filmes? Produção boa e variada? O quê? Os Olhos de água? Os Morangos com Açúcar? Eu nem me devia dar ao trabalho de responder, mas faço uma ultima excepção. A produção nacional em tv, sempre foi uma cópia de séries que já se fazem no estrangeiro. E dou-te exemplos: Morangos com açúcar = Malhação; Inspector Max = Rex, Big Brothers etc, etc. No que toca à produção nacional de cinema, caso não saibas ler, eu falei muito bem de "Os Imortais". Não sou obrigado a gostar de um "dejecto" destes como não gostei da Branca de Neve. Por ser português não tenho que venerar ou adorar tudo o que os pares fazem. O filme é muito mau e das duas uma, ou tu não viste o filme, ou és apenas um tipo que gosta de implicar. Cumprimentos.
Ó Ricardo estão-te a atacar!! Dá-lhes, dá-lhes! :D Como não fui ver o filme, não posso opinar. Mas não és o único a criticar dessa forma o filme.
Abraço
Dreamweaver a 29 de Novembro de 2007 às 11:31
Mt bem dito.... O que e' nacional e' bom!!! eu fui ver o filme ao cine e curti bues. Conta a verdade!
Justo10 a 5 de Janeiro de 2008 às 10:05
Para desviar as conversas idiotas desses "cromos" que não aceitam uma opinião (eu vou aceitar a vossa, palermas!), deixa-me discordar contigo Ricardo: Depois d' Os Imortais fez-se um bom filme português. Porventura o melhor de todos. De sempre. ALICE, essa obra prima que aconselho a todos (e também a vós, cromos :P).

Segunda fornada, o Corrupção tem de facto erros grosseiros, imbecilmente estúpidos, como aquela situação em que Cerdeira vai atrás de Vila-Nova no início pelo Porto. Pelo Porto? Será? Porque aquele travelling na Avenida Infante D. Henrique em Lisboa pareceu-me estranha. Mais estranho foi ver a placa a indicar "Expo 98"... P*ta que pariu isto...

Há um senão para isto não levar Zero como tu deste. E essa razão é a impecável fotografia do filme...

Abraço Ricardo, esperemos sim pelos meus filmes "nunca realizados", ehehehh!
Edgar Ascensão a 27 de Novembro de 2007 às 20:42
Por acaso também vi essa da EXPO98 mas n tinha a certeza! :D Quanto ao Alice, ainda não o vi e é só por isso que não o referi. Mas está na minha lista para ver! Um abraço Edgar!
Ricardo Fernandes a 27 de Novembro de 2007 às 21:26
Recusei-me a pagar para ir ver isso, talvez o apanhe se passar na tv, até porque de qualquer forma não gostei de nenhum dos filmes do João Botelho que vi (apesar deste afinal não ser dele, mas pronto).

Mas ainda vão surgindo alguns bons filmes portugueses, apesar de tudo, como o já referido "Alice", "Coisa Ruim", "A Outra Margem" ou o meu preferido dos últimos anos, "Noite Escura".
gonn1000 a 28 de Novembro de 2007 às 21:34
Vi este filme e por isso o comento. Fui a uma sala de cinema porque calhou (a acompanhar uns amigos). Como história tive uma grande curiosidade em confirmar o que se ouvia em relação a esta "novela" e talvez descobrir mais. Achei que o filme tinha algum entretenimento, sem acrescentar nada de novo, o que faz sentido porque conhecemos a história pelos cabeçalhos dos jornais.

De resto não achei nada de especial. Só não concordo que os actores não tenham tido uma boa performance. Achei que o Nicolau Breyner e a Margarida Vila-Nova estiveram bem a apanhar os jeitos de Pinto da Costa e Carolina. Como o olhar carregado e descaído dele e a expressão de sobranceria dela.

Já agora, é injusto criticarem o Ricardo por este blog estar americanizado e ser a razão de uma má critica ao "Corrupção". Os americanos são óptimos a produzirem boas histórias e se há quem goste e as comente muito bem, essa pessoa é o Ricardo.

Felicidades e parabéns pelo Blog.

Hugo
Hugo Guerra a 2 de Dezembro de 2007 às 14:35
Obrigado Hugo, um grande abraço!
Alice, Outra Margem, Imortais, há muitas provas de filmes bons portugueses, agora que isto não é um filme não é, e o idiota que te criticou é daqueles benfiquistas ferrenhos, que provavelmente ajudou a financiar o filme, porque caso não saibam uma das razões deste filme não ter a assinatura do realizador (apesar de achar que seria uma porcaria na mesma) foi porque este quis mostrar uma visão da corrupção a nível nacional e o produtor uma vez que tem ligações contratuais com o benfica foi "obrigado" a afastar o realizador e a fazer os enquadramentos necessários para a corrupção ficar apenas com uma visão unidimensional ligada obviamente ao FC Porto. Atenção que sou benfiquista e dispenso comentários a dizer que sou do porto ou sporting blá, blá, blá!O Benfica como instituição envergonhou-me ao ligar-se pessoalmente a este projecto. Ah já agora como é que este filme é o segundo filme portugues mais visto de sempre se toda a gente ( e na minha sessão passou-se o mesmo) me diz que foi ver o filme com um cinema vazio! Falsa propaganda, abram os olhos pessoal!
gus a 25 de Dezembro de 2007 às 18:03
Olá Gus, eu vi com a sala cheia... Mas não te preocupes que o Call Girl, vai bater este (no encher de salas claro está).
Ricardo Fernandes a 26 de Dezembro de 2007 às 11:56
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
20
21
23
24
25
27
28
29
30
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO