26 de Março de 2007

Este não é um tema habitual neste blog, mas é um assunto importante e não pode passar despercebido. Não vi a votação de ontem na RTP para os Grandes Portugueses, soube esta manhã na ronda habitual pelos blogs que admiro, um post sobre o vencedor. O post embora nunca refira o nome de António Oliveira Salazar, é claro e não causa qualquer dúvida. O post podem vê-lo na íntegra em Cinema Notebook por Knoxville, cuja opinião é para mim importante e valiosa.

Não obstante, quando tudo apontava para que D. Afonso Henriques fosse o maior português de sempre, Salazar ganhou e deixou o país boquiaberto. Antes de avançar devo referir que não sou pró-Salazar. Não sou a favor da censura, adoro e vibro com a ideia da Liberdade, mas sou licenciado em História e como tal quero fazer-me crer, que consigo distanciar-me e analisar factos friamente.

Salazar chega pela primeira vez ao poder através do golpe de estado militar conhecido como o Golpe Militar de 28 de Maio em 1926, era então professor universitário de economia em Coimbra. Esteve 13 dias no cargo uma vez que considerou que não lhe deram as condições necessárias para efectuar o trabalho. Em 1928 retorna já com as condições que necessitava e em 1 ano obtêm superavit nas economias nacionais. Em 1932, após ter conseguido afastar todos os ministros militares torna-se chefe de estado e dá inicio à Ditadura Salazarista que durou cerca de 40 anos (Marcelo Caetano não é relevante aqui). Recuperou o balanço económico do país, evitou a entrada na IIª Grande Guerra, criou a PIDE, fundou o partido da União Nacional, torna a eleição presidencial dependente de um colégio eleitoral da confiança do seu regime, cria a Legião e a Mocidade Portuguesas.

Enquanto estivermos tão perto (40 anos não é assim tanto tempo), este país se irá sempre dividir entre o salvador e o tirano. Friamente, Salazar criou as bases para o rejuvenescimento económico e pela forma como o país estava financeira e politicamente foi imprescindível a sua acção de privar liberdades económicas e sociais. A PIDE foi o seu motor de censura e de afastamento de qualquer ameaça ao seu poder. Torturou, matou, prendeu toda e qualquer pessoa que considerasse perigosa à sua posição.

Agora vejamos, é ele diferente de um D. João II? É ele diferente de D. Afonso Henriques? Ou do Marquês de Pombal? Fez o necessário para manter o país. Foi cruel, foi Maquiavélico.

De qualquer forma eu vejo a eleição de Salazar como o maior dos Grandes Portugueses, não por ser quem foi, mas por uma razão que Marcelo Rebelo de Sousa tão bem especificou, mesmo antes de se saber quem seria o vencedor:

“Como os fenómenos culturais são lentos a mudar, há uma certa inércia que fica na cabeça das pessoas. Essa inércia diz o seguinte: foi um tempo em que não havia democracia, nem liberdade, mas havia estabilidade, autoridade e um viver modestamente, mas em equilíbrio económico e financeiro”, explica Marcelo Rebelo de Sousa. “E essa ideia que ficou tem o seu lastro que, de quando em vez, vem ao de cima, porque 40 anos são muito pouco na história de um povo.” In RTP

publicado por Ricardo Fernandes às 18:30 link do post
Acho que toda esta questão à volta de um programa de televisão é excessiva. Parece que todos acordaram histéricos. Não tenho grande paciência... Especialmente quando, sob a bandeira da liberdade, acham legítimo insultar os que manifestaram a sua opinião?!

Eu não votei e se o tivesse feito não teria sido em Salazar, porque, de facto, acho que a liberdade é um valor fundamental. Não deixo, no entanto, de achar que ele foi um marco para o país, tanto pelo lado negativo como positivo.

Confesso que me faz uma certa confusão esta reacção desmesurada a este episódio televisivo quando afinal há tanta coisa absurda a acontecer no país real e em relação à qual ninguém parece indignar-se!!!!

Não temos portanto remédio senão atribuir mais uma qualidade a Salazar: mesmo morto mexe com o país! LOL
free speaker a 26 de Março de 2007 às 19:25
Obrigado pela referência ao Cinema Notebook, Ricardo. É pena que tenha que ser por estas circustâncias. De qualquer forma, já te deixei resposta por aqueles lados e para não espalhar e baralhar a discussão, talvez seja melhor não a passar para aqui. Percebo claramente o teu ponto de vista, mas não concordo. Um forte abraço, é de saudar este tipo de debates saudáveis. By the way, excelente Banner :)
Knoxville a 26 de Março de 2007 às 22:56
tristeza e vergonha.
rui a 27 de Março de 2007 às 01:47
Concordo ali com o comentário de cima... sim isto é uma reacção totalmente histérica mas que até faz algum sentido.

Obviamente que isto é um concurso, mas mostra a pequenez destes portuguezinhos saloios.
Filipa a 29 de Março de 2007 às 01:05
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
18
20
21
22
23
24
25
28
31
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO