02 de Fevereiro de 2007

Não sei por onde começar de forma a explicar o que senti a ver este filme. No fundo eu não vi este filme, senti-o como há muito não sentia qualquer um. Conheço e apenas tinha visto Zach Braff, na série Scrubs e nunca o julguei capaz de uma proeza como esta. Escritor e realizador de uma obra de arte  não foi de certeza o que imaginei.

Garden State fez-me colar ao ecrã desde a sua primeira imagem. Quando soube quem eram os actores deste filme pensei que iria passar um bom serão (só eu sei como preciso de sorrir) e afinal vi um filme especial, peculiar, tão importante, talvez para que eu possa aceitar o rumo que a minha vida toma e sempre tomou de uma forma saudável, pacífica.

É a história de uma mente atordoada e adormecida com dezenas de drogas para a mente. Andrew Largeman retorna à sua cidade natal para o funeral da mãe. Retorna indiferente, dormente, não por sentir esta perda mas por que tem de ir, porque é o correcto. Ao voltar a esta cidade reencontra velhos amigos e o seu pai, o qual é também o seu psiquiatra e a razão deste estar “dormente”. Ao visitar o seu médico por frequentes dores de cabeça, conhece uma jovem muito peculiar (Natalie Portman). O relacionamento entre os dois cresce e é extremamente importante para Largeman se reencontre.

O filme fez-me reflectir sobre a condição da vida, o quão mundano e trivial o dia a dia é. O quanto a dor que queremos esconder por uma eternidade acaba por nos vencer se não a abraça-mos e aceitamos pelo que ela é. Mais um dia, mais um caminho, assim é vida. Quando este mundano e trivial não nos impede de querermos voar mais alto e sem com isso nos sentirmos presos ou deprimidos. 

Tudo neste filme me afectou. A morte da mãe, a relação problemática com o pai, o reencontro de velhos amigos, o amor encontrado. Foi uma química interessante, a minha com este filme, que guardarei e acarinharei para sempre. Foi uma magnifica experiência que realmente mudou algo em mim. Ainda que momentaneamente, sinto-me feliz. Sinto conforto. Isto, acho eu, é o objectivo do filme. É a razão pela qual nos apaixonamos pelo cinema. As minhas relações actuais, com a minha namorada ( que eu amo incondicionalmente) com a minha mãe, o meu irmão, com os meus amigos e com o meu falecido pai, tudo isto se alterou hoje e para muito melhor. Cresci com este filme.

Ganhou 10 prémios em 24 nomeações, tem uma pontuação de 8.0 no IMDB.

10/10

publicado por Ricardo Fernandes às 02:11 link do post
tags: ,
Eu não fui muito à bola com o filme, apesar de gostar de Braff e Portman. O melhor para mim acabou por ser a Banda Sonora do filme.

Um abraço.
Knoxville a 3 de Fevereiro de 2007 às 18:46
amei esse filme também ;) é lindo \o
Ayreon a 5 de Fevereiro de 2007 às 11:42
Knox, acho que este filme e a sua excelente banda sonora, são entendidos pelo espectador conforme o seu estado de espirito. O meu foi o que escrevi! Ayreon sê bem vinda!
Ricardo Fernandes a 7 de Fevereiro de 2007 às 11:46
Boas,

Esta fita é simplesmente brilhante. Tal como afirmas, eu não o vi, eu senti-o. É único.

Se quiseres, lê a crítica no me blog. Não consegui dar 5 estrelas, mas tendo em conta que não existem meias estrelas, este é um filme de 4.9 estrelas.

Abraço
Filipe Coutinho a 16 de Fevereiro de 2008 às 13:28
O blog é:

www.cinemaismylife-fifeco@blogspot.com
Filipe Coutinho a 16 de Fevereiro de 2008 às 13:29
Bem vindo Filipe ;)
Ricardo Fernandes a 18 de Fevereiro de 2008 às 15:34
Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
22
24
25
26
28
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO