22 de Novembro de 2006

Tenho andado a adiar os top’s, mas hoje vou recomeçar com algo diferente do que tenho feito. Serão 10 razões para se ver determinado filme. Ele não tem de ser actual, nem sequer tem de ser um grande filme, será sempre, isso sim, um filme que eu goste!

O primeiro da longa lista é o “Exterminador Implacável 2: O dia do Julgamento”.

10. John Conner (Edward Furlong)

John Conner será num futuro não muito distante o salvador da humanidade. O homem que fará frente às máquinas que tentam esmagar a humanidade até à extinção. Como era de esperar um miúdo que sabe desde o dia que nasceu, ser o novo Messias, só pode ser uma pessoa “socialmente deslocada”, ou seja: um vadio! Neste filme ele não é tanto um vadio, mas mais um rúfia. Tendo uma máquina leitora de códigos Multibanco, faz 30 por uma linha até encontrar “as máquinas” que vão revolucionar a sua vida por completo. Eu sempre sonhei ter uma máquina leitora de códigos multibanco…


09. Os efeitos especiais

O filme foi revolucionador na sua época. Eu considero-o como o filme de viragem nos efeitos especiais. Não só foram avanços brutais na maneira como se fez cinema a partir deste filme a nível de efeitos, também a fotografia, o uso e abuso de cor foram predominantes. Consegue estar bastante actual 14 anos depois.


08. As viagens no tempo

É o tema principal do filme. Um super-computador, Skynet, na guerra futurista onde se opõem máquinas contra a humanidade, está em vias de perder a guerra. Inventa então uma máquina de viajar no tempo. No primeiro filme envia um exterminador (que irá dar origem a si próprio) para eliminar John Connor antes deste nascer, no segundo o próprio John Connor com 10 anos. Para quem gosta de realidades alternativas é a temática ideal. Podemos ou não mudar o futuro? De que maneira as acções que tomamos hoje afectam o futuro? Toda essa temática é abordada no filme. As viagens no tempo serão no entanto mal estruturadas. Temos que vender o peixe…


07. Sarah Conner (Linda Hamilton)

A mãe guerreira! Há uma transfiguração brutal do primeiro para o segundo filme. Enquanto no primeiro é uma jovem doce com o futuro pela frente, no segundo é uma mãe que sabe ser o seu filho o novo Messias. E faz tudo por tudo para o preparar e proteger. Dá a perfeita sensação do pânico com que se move por saber o dia exacto do fim dos tempos.

06. Esta cena

É capaz de ser a cena que melhor identifica os efeitos especiais no filme. É simplesmente extraordinária. Nela, o Exterminador T-1000 capaz de imitar qualquer objecto ou pessoa com a mesma dimensão, eleva-se do chão para exterminar o segurança do hospício. Brilhante.


05. Holocausto nuclear

É apenas um sonho de Sarah Connor, mas a crueldade das imagens faz-me pensar e muito sobre a devastação que um atentado nuclear pode provocar. Espero que nunca tenhamos de passar por isso, mas o caminho que a humanidade está a tomar parece ser nesse sentido…


04. Estilo

No DVD de edição especial do Exterminador 2, comenta-se que Arnold foi a pessoa que mais força fez para que existisse uma sequela ao filme original. Haverá mais alguém com um estilo destes? Ele a carregar o cartucho de caçadeira em cima da mota, não há melhor! O homem nasceu para este tipo de papéis!


03. T-1000

A autêntica máquina de matar. Não assassino mais temível que este. É praticamente indestrutível e a T-X (modelo acima) do terceiro filme nem sequer lhe chega aos calcanhares… É feito de metal líquido que pode tomar todas as formas do mesmo tamanho. É um camaleão que se adapta ao ambiente que o rodeia. Para além de ter todas as funcionalidades do modelo anterior, é mais e melhor!


02. O director: James Cameron

Saiu da cabeça deste homem toda a “teologia” do filme. Esteve inserido em tudo, desde a maquilhagem à decoração, aos storyboards. O argumento também saiu da cabeça deste homem. E que argumento… Tem tudo, acção, visão e humanidade.  Embora o argumento tenha inúmeras falhas temporais (o facto de ser o próprio computador que ao enviar o primeiro T-800 que dá origem à sua própria criação, ou o facto de John Connor ser filho de alguém que conhece no futuro e que envia para trás no tempo são algumas), não deixa de ser apelativo, e bastante conseguido!


01.  T-800 (Arnold Schwarznegger)

T-800 é um exterminador vindo do futuro, cuja missão é proteger John Connor. É uma máquina de matar, que vai ao longo do filme aprender o valor da vida humana. No primeiro filme foi um dos vilões mais consagrados da história do cinema. Neste segundo é absolutamente o contrário: o protector! Um “must see” para os fãs de Arnold!


publicado por Ricardo Fernandes às 11:45 link do post
tags:
10 razões para ver um dos meus filme preferidos de ficção cientifica.
Excelente post.
Luís Costa a 8 de Dezembro de 2006 às 18:58
Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
19
20
21
24
25
26
29
30
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO