19 de Outubro de 2006

Costumo ouvir a Prova Oral da Antena 3 todos os dias. Saio às 19 horas do trabalho e por norma, enquanto estou lentamente a definhar no meu caminho de casa, consigo ouvir este programa.

Ontem, o mesmo, foi sobre poesia e contou com a presença (repetida) do Grupo “Caixa Geral de Despojos”. Existiu poesia claramente, mas também existiram bastantes repetições de teor pornográfico já referidos na primeira visita destes senhores. O que não existiu foi intervenção. Ninguém declamou algo sobre o estado de nação. Nem eles, que por terem voz activa na formação da nossa cultura actual é seu dever e obrigação fazê-lo, eles os actores deste palco que é Portugal, nem o público dessa vasta nação, que se perdeu em brejeirices sexuais populares.

Parece que estamos e somos assim porque queremos. Porque preferimos ignorar o futuro que se advinha, porque preferimos ser servos dos espanhóis e esquecer a malograda glória que um dia foi Portugal.

Deixo-vos com um poema que devia ter sido lido nesta Prova Oral, um poema que devíamos ter presentes a todo o instante. Quando fazemos escolhas, quando somos afectados por uma:

Nevoeiro
 

Nem rei nem lei, nem paz nem guerra,

Define com perfil e ser

Este fulgor baço de terra

Que é Portugal a entristecer -

Brilho sem luz e sem arder,

Como o que o fogo-fátuo encerra.

 

Ninguém sabe que coisa quer.

Ninguém conhece que alma tem,

NEM o que é mal nem o que é bem,

(Que ânsia distante perto chora?)

Tudo é incerto e derradeiro,

Tudo é disperso, nada é inteiro.

Ó Portugal, hoje és nevoeiro…

 

É a hora!


Valete, Fratres.

Fernando Pessoa in Mensagem

publicado por Ricardo Fernandes às 10:32 link do post
Wow!
A intervenção a que se inspira está tanto ou mais adormecida nesse nevoeiro do que antes. Antes desta estúpida latência, este não-querer-saber-porque-não-estou-para-me-chatear!
Ainda há alguma vozes (poucas) que se levantam, mas o silêncio é predominante. Mas depois, quando alguém se manifesta para fazer valer os seus direitos (como os funcionários públicos há dias) é acusado de atrapalhar o trânsito e de não querer trabalhar...
Filipa a 19 de Outubro de 2006 às 10:54
Gostei e concordo! É de facto assustador pensarmos que ninguém (leia-se portugueses em geral - acho eu) reage perante atrocidades que vão acontecendo. O que interessa é o nosso umbigo, a nossa vidinha, o curto prazo e as floribelas, juras e companhia. Não há responsabilização dos governantes, mas também poucos parecem importar-se. No máximo, limitamo-nos a criticar em conversas de café. Convém termos consciência que todos temos responsabilidade no estado em que o país está hoje e vai estar no futuro. Há que exigir mais para termos mais e temos que nos envolver mais, apesar de isso, às vezes, nos revolver as entranhas! lol!
Beatriz a 19 de Outubro de 2006 às 22:14
Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
18
20
22
24
25
26
27
28
29
30
31
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO