16 de Agosto de 2008

Já falta pouco para Twilight chegar às salas de cinema. Não estou a prever um grande filme, até porque a escolha de actores deixou-me um pouco desiludido, mas mesmo assim o vampiro Edward Cullen irá certamente quebrar muitos corações.

Nesse espírito vampírico deixo aqui o top 10 dos melhores vampiros da 7ª arte. Como sempre são as minhas escolhas momentâneas...

10- David (Kiefer Sutherland) – Lost Boys

Um dos primeiros papeis de sucesso de Jack Bauer. Já falámos de Lost Boys aqui e da sua sequêla que deixa em aberto um terceiro filme... mas este primeiro tem Jack em grande estilo e a dar uma outra dimensão ao filme.


09- Drácula (Richard Roxburgh) - Van Helsing

Ele faz-me lembrar o Bono... é demais. E a Marishka...


08- Noiva de Drácula (Monica Belluci) - Bram Stoker’s Dracula

O primeiro papel de Monica Belluci em Hollywood e logo como noiva de Drácula, a mostrar todos os seus dotes artisticos.

 

07- Vampira (Megan Franich) - 30 Days Of Night

Não é especial esta actriz, não faz um grande papel ela até só tem este filme na carreira, mas está tão bem caracterizada, tão diferente, que eu fiquei fascinado.


06- Selene (Kate Beckinsale) - Underworld

É a Kate Beckinsale de cabedal... dizer o quê?


05- Louie (Brad Pitt) - Interview With The Vampire

O filme que me fez olhar para Brad Pitt como mais que um menino bonito. Louis: O vampiro humanista.


04- Claudia (Kirsten Dunst) – Interview With The Vampire

O mundo conhecia Brad Pitt, Tom Cruise e António Banderas, mas nunca ouvira falar desta pequena ruiva de caracóis que fez o papel da sua vida neste filme. Pois é Kirsten Dunst, nunca mais fez nada que se assemelhasse a esta estrondosa interpretação, perdeu-se em filmes de adolescentes e no Homem-Aranha.


03- Count Graf Orlok (Max Schreck) - Nosferatu

O verdadeiro Nosferatu!


02- Drácula (Gary Oldman) – Bram Stoker’s Dracula

Que actor mais que Gary Oldman podia dar vida ao "monstro" do conto de Bram Stoker, dando-lhe a dimensão humana e ar aterrorizante que o senhor dos vampiros deve ter?


01- Lestat de Lioncort (Tom Cruise) –Interview With The Vampire

Tom Cruise será sempre um dos meus actores favoritos, foi com Nicole Kidman um dos casais "menos" falados de Hollywood e considero eu, foi nessa fase que fez os seus melhores filmes. O vampiro por excelência!
 

 

Menção honrosa para Santanico Pandemonium (Salma Hayek) em From Dusk Till Dawn.

publicado por Ricardo Fernandes às 13:50 link do post
tags:
02 de Agosto de 2008

Ainda não consegui superar o choque de ver "The Dark Knight". Existisse Iphone dedicado ao filme, que eu não pensaria duas vezes em gastar o absurdo dinheiro que custa aquele pedaço de tecnologia inútil mas cheio de estilo (é apple)! Como tal que melhor maneira há de homenagear o filme que revisitar todas as mulheres que estiveram num filme do Homem Morcego, começando em 1989 com Batman de Tim Burton?

 

Em 1989,  Tim Burton dá vida ao mais rentável super-herói da sétima arte. Até The Dark Knight, era para mim o melhor dos Batman (incluindo o Begins), elenco de luxo e rapariga... de luxo: Kim Basinger no papel que Burton reciclou de Vicky Vale.

 

Como curiosidade, Mel Gibson esteve para vestir a "pele" de Bruce Wayne, mas cancelou por compromissos com Lethal Weapon 2. E teve Billy Dee Williams como Harvey Dent. Diz-se que tinha uma clausula no contracto que se não o quisessem mais tarde como Duas Caras, tinham de lhe pagar uma quantia enorme. Foi Schumacher que se decidiu mais tarde por Tommy Lee Jones, tendo de pagar a Lando Calrissian a tal soma avultada.

 

Em 1992 vem uma sequela considerada por muitos melhor que o original. Como se viu recentemente com TDK, há realmente sequelas melhores, extraordinárias, mas embora esta tivesse um Danny de Vito irreconhecível e brilhante, não tinha um Jack Nicholson.

Não havia Jack, mas havia uma Michelle Pfeiffer. Selene ou Catwoman esteve para não ser representada por ela. Na altura surgiram vários nomes entre os quais Anette Benning, Sean Young (que tinha sido a primeira escolha para Vicky Vale, mas partiu a anca durante as filmagens), Lena Olin e Madonna. Mas foi ou não a escolha a acertada?

 

Batman Forever foi o inicio do fim. Não foi o pior de todos os Batman, mas foi o segundo pior. Por outro lado teve raparigas lindíssimas no filme. Nicole Kidman foi a vedeta principal no papel da psicologa Meridian Chase. E como não chegava, a inclusão de Tommy Lee Jones como Duas Caras, trouxe mais duas personagens à série: Sugar & Spice interpretadas por uma apagadissima Drew Barrymore e por Debi Mazar.

 

 

Batman & Robin é a obra mais notória de Joel Schumacher. Se Forever ainda tinha um dedo de Tim Burton como produtor, neste Joel fez o que quis ao filme. E meu Deus que fez ele... O Batman minimamente másculo de Tim Burton, transformou-se numa Drag Queen parecida com o George Clooney.  Mas não sendo de Schumacher, nem de Clooney que estamos a falar, neste colosso da sétima arte, também fomos brindados com 3 raparigas: Uma Thurman como Poison Ivy; Alicia Silverstone como Batgirl e Elle Mcpherson como namorada de Bruce Wayne. Como não gosto da Uma Thurman, nem aqui acho que Joel foi feliz... aliás o feliz do filme é que foi a ultima vez que este realizador lhe tocou.

 

Batman Begins, trouxe como sabemos toda a frescura de sangue novo com Christopher Nolan, um reinventar da personagem e sobretudo dois grandes filmes. Nolan escolheu para menina bonita uma actriz que ficou conhecida por Dawson Creek e pouco mais. Ah! Talvez pela famosa cena de "The Gift", mas fora isso só mesmo a sua ligação a Tom Cruise. Katie Holmes, teve direito a um papel que nunca existiu no universo Batman. Rachel Dawes, advogada amiga de Bruce Wayne e sua apaixonada, foi inventada para este filme.

 

  

Para finalizar, dizem as más linguas que o marido da menina acima, não queria que ela andasse muito perto de Christian Bale e tal como fez sumir certas e determinadas cenas de "Thank You For Smoking" (curiosamente com o mesmo actor Aaron Eckhart), também fe-la desaparecer do filme. Depois de muita tinta ter corrido com nomes a torto e a direito, Maggie Gyllenhaal foi a escolhida para interpretar Rachel. Não é mais gira que a Katie Holmes, mas tem mais pinta.

 

Sinceramente eu prefiro as mulheres escolhidas por Tim Burton mas e vocês?

publicado por Ricardo Fernandes às 02:51 link do post
01 de Agosto de 2008

Numa sociedade cada vez mais oca de valores culturais, é com imensa pena que vejo fechar mais um blog de cinema. Fechou recentemente o Cataclismo Cerebral e embora não fosse um fã avido da sua escrita, custa-me ver um blog com tal audiência bater com a porta. Não entendam que por escrita refiro o estilo ou forma com que brinca com as palavras, refiro sim a sua opinião. Respeitosamente sempre li a opinião de blogs sobre determinados filmes e embora tremesse (como tremi na sua de The Dark Knight) com as suas críticas, sempre foi um blog bastante importante nesta pequena esfera do cinema.

 

Ele vai, mas ficam outros e são esses outros que hoje iremos louvar com o meu top 5 de: Melhores Blogs de Cinema e afins.

 

5- Cinema Notebook

 

Sempre gostei do blog do Knoxville. É talvez uma das pessoas mais conceituadas da blogosfera nacional. Estilo de escrita ímpar e escolha acertadissima para fazer parte da revista Take. O Miguel trouxe uma lufada de ar fresco para este panorama nacional e é uma das primeiras escolhas no que toca a ser um exemplo a seguir. Alías, devo ao blog dele imensas séries de TV que passei a seguir e imensas curiosidades que fui descobrindo ao longo deste ultimo ano. A sua classificação tão baixa deve-se apenas a dois factores: 1) acho que perdeu um pouco da magia do cinema, sendo tal como na Take muito profissional no “tom de escrita”. 2) tem sido muito repetitivo nos temas que tem escolhido, talvez culpa do trabalho. Seria optimo que fosse rebuscar algumas das suas rúbricas exito. Também faz falta o trabalho de divulgação que teve nos novos blogs de cinema que surgiam e ele nos dava a conhecer como Blog da semana. Um bem haja caro Miguel.

 

4- Alternative Prison

 

O Blog do Loot não é propriamente de cinema. É mais um misto entre BD e cinema, com uma pitada de música. Versa no entanto sobre mundos pelos quais tenho um imenso amor e é por isso paragem obrigatória. Há rubricas que não pratica há muito tempo, mas são absolutamente deliciosas. Ainda há pouco tempo teve um Top 10 maiores inimigos do Batman, que foi divertidissimo. Obrigatório!

 

3- Moving Pictures

 

O Amigo Mauro passou por uma data de fases interessantes e experimentais, inclusivé escrevendo os posts em português e em inglês. Tentou dar uma dimensão à blogoesfera nacional que nenhum de nós teve o intuito de dar. Não é por isto que gosto do blog dele. Têm gostos no cinema muito similares aos meus, o que faz com que leia a maior parte das novidades através dele. Se quero ver posters ele tem. Se quero saber o que estreia na semana que vem, ele tem. Se quero ver um trailer, está lá e se quero ler uma critica diferente a dele é. É certo que ainda tem muito a crescer para ser um dos melhores, mas está lá perto.

 

2- Royal With Cheese

 

Demorei a encontrar este blog, mas quando o encontrei nunca mais parei de ler. Dermot, só escreve críticas a filmes embora volta e meia faça um top sobre determinado tema. Tem um estilo de escrita muito irreverente, mas muito bem escrito. Tem classe, mas não se importa de dizer uma ou outra asneira volta e meia. No entanto, o que maisme  cativa é forma como resolve classificar os filmes: MacDonalds. Isso mesmo. Ele classifica os filmes de 1 a 10, mas com nomes de Hamburguers dessa nefasta casa de engordar a malta. Outra facto que alicia é que o homem vê tudo. Sejam filmes de época, a aventuras marginais, ele vê e classifica tudo. Uma verdadeira enciclopédia de reviews.

 

1- Cineblog

 

O JB trouxe um panorama diferente para a blogosfera nacional. Foi o primeiro blog que vi sobre cinema e sempre, mas sempre foi visita obrigatória. Como já o disse aqui muitas vezes, o facto de escrever sobre cinema nos dias que correm, deve-se exclusivamente a ele. Foi ele também o primeiro blog português a ser mencionado no Joblo. É um feito só comparável à actuação de Heath Ledger (ok tou a exagerar, o teu blog nada vale perto da magnifiencia desse senhor finado, mas é um orgulho ser mencionado na mesma frase). Enfim o JB, acabou por ir definindo o que todos fazemos hoje. Se as suas ideias são originais ou não, interessa pouco. O que realmente vale é que foi ele que as usou primeiro na blogosfera: top’s, post dos posters por exemplo. Houve alguns momentos menos bons na vida do Cineblog, mas a verdade é que o Sr. JB provou ser de uma elegancia extrema, ao admitir esse periodo menos bom e voltar a sonhar com o Cinema. Voto para que ganhe o prémio do Super Bock Awards (eu tb participo)!

 

São só 5 e foi muito dificil escolher. Ficaram excelentes blogs de fora onde só vou citar um, que é o caso do Brain Mixer que só não aparece na lista, porque raramente actualiza a sua tasca. A todos os outros que vejo diáriamente e que não estão aqui referidos: um bem haja e não desistam de escrever sobre o mundo mágico do cinema.

 

*Nota: Depois ponho links nos blogs e uma imagem decente!

publicado por Ricardo Fernandes às 15:55 link do post
tags:
Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO