30 de Abril de 2007

Eu gosto do Hugh Grant. Não tenho nada a ver com os insultos que diz aos paparazzi, ou se troca uma Elizabeth Hurley pela prostituta Devine Brown, o que tenho a ver é com os filmes que faz. Grant nasceu para fazer comédias românticas e não há nenhuma que veja dele que não me “escangalhe” a rir.

 

Tirando então este “peso” do peito, de que se pode falar de Music and Lyrics? Do restante elenco. Cheio de caras conhecidas. Drew Barrymore é a co-protagonista e com este filme tive uma nova oportunidade para a encarar enquanto actriz. Bem sei que tem provas dadas, mas os seus papéis em Charlie Angels, foram a imagem com que fiquei dela e aqui ao fazer um papel quase neurótico, faz-me olha-la com respeito! Brad Garrett que conhecemos de “Everybody Loves Raymond” está igual a si próprio e temos a presença curiosa de Kristen Johnston, a extra-terrestre loira (com uns quilinhos a mais) que eu já não via há imenso tempo, talvez mesmo desde “o 3º calhau a contar do sol”. A nova presença é Haley Bennett, mais uma daquelas cantoras-actriz (com boa voz e tal…) que nos brinda aqui com o seu primeiro filme.

 

Grant é Alex Fletcher, uma glória antiga de uma banda dos anos 80 chamada POP, que vive deste nome, cantando em Bares, feiras e despedidas de solteiro. Brad Garrett é Chris Riley o seu manager, que não consegue trazer Fletcher à ribalta novamente. Sophie é interpretada por Barrymore e entra na vida de Alex para justos escreverem uma musica para Cora Corman (Haley Bennett) a nova Britney do “pedaço”!

 

É uma comédia romântica, fenomenalmente interpretada pelo humor irónico de Hugh Grant. Algo a notar é que acaba por ser também um musical, onde os próprios actores cantam, sendo novidade para Grant e não para Haley Bennett por exemplo. A musica POP goes my Heart, do tal grupo POP do qual fez parte Alex Fletcher é até atractiva e já roda incessantemente no meu IPOD.

 

Este sim é um bom filme de domingo, cujas gargalhadas pronunciam uma semana em grande!

 

8/10

 

publicado por Ricardo Fernandes às 14:36 link do post
tags: ,
30 de Abril de 2007

Ver um remake é sempre algo complicado. Ou estamos perante um filme que na primeira vez não atingiu o seu pleno potencial ou então é apenas e só mais uma obra de “arte” destinada a vender. Este consegue inovar um bocadinho... mas n assim tanto...

 

Se esta fosse a versão original eu não perderia um minuto de sono com este filme e com Rutger Hauer, perdi vários e durante muito tempo. Sean Bean é de facto um actor extraordinário, mas perde-se neste tipo de papéis.

O filme não consegue nunca ter o compasso, o entusiasmo, a firmeza de diálogos, o suspense. Consegue sim, ser mais gore. O que nos dias de hoje não é nenhum feito, é aliás presença constante neste género de filmes.

 

Há algumas diferenças para o filme original, a protagonista (Sophia Bush) não tem o mesmo nome que a do primeiro filme, o que levará a uma novidade no decorrer do filme e o personagem principal ( Jim Halsey, Zachary Knighton) parece estar melhor neste que no original.

 

Se não viram o primeiro, são capazes de gostar deste. Quem consegue distanciar-se do original é capaz de viver intensamente este filme, quem não conseguir, gasta melhor o seu dinheiro ao dirigir-se a uma Fnac e a comprar o Original.

 

6/10

 

publicado por Ricardo Fernandes às 14:34 link do post
tags: ,
30 de Abril de 2007

Sempre fico de pé atrás quando vejo uma actriz sobejamente conhecida, fazer um filme que há partida já se sabe que será tudo menos extraordinário, mas também até uma actriz com 2 oscares deve precisar de dinheiro. Hillary Swank é a grande surpresa de The Reaping, pois de resto, nada é definitivamente extraordinário.

 

Hillary Swank interpreta uma professora universitária que é perita em desmistificar o paranormal religioso. Ou seja, ela vem desmistificar um milagre com base em provas científicas. A trama tem o seu início quando um professor do secundário de uma cidade pequena, vem pedir a sua ajuda. Na sua cidade o professor (interpretado por David Morrisey, o mesmo de Instinto Fatal 2), tenta impedir o assassinato de uma rapariga que terá supostamente assassinado o seu irmão e com isso transformado a água do rio em sangue. É o reviver das 10 pragas do Egipto e Katherine (Swank) terá de deslindar a solução enquanto se debate com os seus problemas existenciais.

 

O filme não pode ser catalogado, de terror. Quanto muito tem uma pitada de suspense, mas nada que nos faça saltar da cadeira do cinema. As cenas não são prolongadas o suficiente para esse fim, nem os diálogos extensos demais para atingir algo profundo. No fundo é mais uma história de alguém que perdeu a fé e um desfecho favorável só acontecerá se ela se reconciliar com o seu Deus.

 

De interessante o filme tem uma cena curiosa entre Swank e Idris Elba, o seu assistente, onde a primeira é a ex-religiosa e o segundo, o totalmente religioso, onde Swank explica em 2 minutos as pragas do Egipto racionalmente. É curioso de facto.

 

Um filme para se ver numa tarde de domingo, se não existir mais nada no cinema.

 

6 em 10

 

publicado por Ricardo Fernandes às 14:32 link do post
tags: ,
13 de Abril de 2007

Finalmente boas notícias! Trainspotting vai ter uma sequela!

 

Ahh ficaste aparvalhado/a? Pois é. Há muito tempo que eu tinha descartado esta hipótese, porque na altura de fazer o filme “The Beach”, Danny Boyle (O Realizador), não deu o papel principal a Ewan McGregor e pelos vistos este ficou “piurço” da vida! Como sabem deu esse papel a Leãozinho di Caprio.

 

Ora Trainspotting, para os menos atentos, foi o filme que lançou o próprio McGregor, no estrelato há 11 anos atrás e foi baseado num livro de Irvine Welsh. O livro já tem umas quantas sequências e “prequências” e Boyle avançou no site scotsman.com que vai avançar com a sequela intitulada “Porno”.

 

Ewan McGreggor já disse a pés juntos que não quer ter mais nada haver com Boyle, mas este ultimo no mesmo site, disse que o elenco original, vai todo entrar no filme.

 

“Tou” Expectante!!!


 


publicado por Ricardo Fernandes às 16:37 link do post
tags:
13 de Abril de 2007

Afinal Galactus entra em “Fantastic Four and The Rise of The Silver Surfer” ou não? Reed Richards já tinha dito que não. Tim Story disse talvez e agora confirmou que sim. Deu a entender que será tal qual o seu “second in command”: digital. Pois então a pergunta será, quem é que vai ser a voz? Pois o Ain't It Cool afirma que será nada mais nem menos que Lawrence Fisherburn.

 

Ao menos isto já parece credível… Enquanto o Coisa é mantido num fato de borracha, o Silver Surfer até está bastante aceitável e a Sue Richards (negraloira) está “maior” nos posters, a presença do Devorador de Mundos com a voz de Fisherburn é um feito.


 


publicado por Ricardo Fernandes às 16:36 link do post
tags:
13 de Abril de 2007

Shia Lebouef, que iremos ver brevemente em Transformers e que era o taxista de Constantine está confirmado em Indiana Jones 4.

 

Ainda não está confirmado qual será o papel dele, mas segundo as palavras do próprio será uma espécie de sidekick de Indy. Toda a gente aposta que será o filho deste último. Eu aposto no cão. Não pode? Ok.


 


publicado por Ricardo Fernandes às 16:35 link do post
tags:
13 de Abril de 2007

O site Joblo.com confirma: Cristina Ricci está confirmada em Speed Racer. Sei pouco sobre isto. Tenho a noção que Speed Racer, foram uns desenhos nipónicos, bastante famosos lá pelos States, mas eu nunca vi nem sei do que se trata. A única coisa que sei é que será dos irmãos Wachowski e que já estão confirmados no elenco Emile Hirsch, John Goodman e Susan Sarandon. Ricci será a namorada de Speed Racer.


O Joblo também tem uma nota de “Trivia” a dizer algo interessante. Ricci tem uma tatuagem de Aslan das crónicas de Nárnia nas costas!

As filmagens começam em Maio de 2008.


 


publicado por Ricardo Fernandes às 16:32 link do post
tags:
13 de Abril de 2007

Recentes rumores apontavam para a presença de Sarah Michelle Geller, mais conhecida como Buffy, a Caçadora de Vampiros, em The Dark Knight a sequela de Batman Begins. Ao que parece iria representar Harley Quinn, a amante e sidekick de Joker. Mas nada aponta para que a personagem esteja inclusivamente no guião. Portanto, até ultima ordem ela não está nos planos do filme. Fans da Buffy, podem desesperar.

 

Quem não entra também é Rachel Weisz em The Mummy 3. Ao que parece embora Brandon Fraser entre, ela tomou uma decisão final e quer-se voltar para outro tipo de filmes como o recente “The Fountain” de Aronofsky. O guião vai ter de ser reescrito, mas sem ela… na sei… na sei….


 


publicado por Ricardo Fernandes às 14:37 link do post
tags:
11 de Abril de 2007

Depois de Jessica Biel na nova comédia de Adam Sandler, a outra Jessica, a Alba disse: "O quê? A Biel anda a mostrar o rabo? Então eu vou também!"

É assim que surge o trailer de Good Luck Chuck. "Chuck" (que é co-protagonista com outra Jessica , a Simpson, no filme do Intermarchet) é um rapaz a quem saiu a lotaria. Corre o rumor que quem tiver sexo com ele, vai achar o amor da sua vida e casar-se. Tudo corre sobre rodas até ele encontrar precisamente esta Jessica e fazer tudo por tudo para não ter sexo com ela.

Ora carreguem no gif para ver o trailer!

publicado por Ricardo Fernandes às 16:33 link do post
tags:
09 de Abril de 2007

Frank Miller teve sempre o dom de criar aventuras fenomenais ou recriar personagens. É por ele que Batman ganhou uma nova vida, sendo a saga “The Dark Knight” dele e é por ele também que Daredevil chegou a ter a dimensão que hoje têm. Em relação às suas obras Miller já tinha demonstrado em Sin City que não deixará o seu projecto em mãos alheias. Ele têm (e ainda bem) de controlar o desenrolar do filme, para não fugir em nada ao que sonhou quando o escreveu e desenhou.

Quem leu o comic 300, vai notar várias diferenças visuais, o castanho predominante na BD, foi substituído por azuis e vermelhos vivos e o visual ficou muito mais… digamos… fashion (tendo o mesmo já acontecido a Sin City). Mas o sumo argumentativo, está lá. Não foge um milímetro sequer ao comic.

A história já é conhecida. A Pérsia invade a Grécia, por questões politicas (“e não só”), nada se poderá fazer para travar esta invasão. Nada… até Leonidas, Rei de Esparta, decidir que não morrerá escravo de um estado estrangeiro. Ele e a sua guarda pessoal de 300 homens, decide deter os cerca de 10 milhões de Persas que caminham para a conquista da Grécia.

Há quem chame este filme de épico, outros de neo-épico, o certo é que o filme deu que falar. Mal aceite pela crítica, mas muito bem aceite pelo público. Este filme não é como Tróia ou Gladiador, aliás qualquer comparação com estes filmes é completamente infeliz, pois estamos na presença de algo sobejamente maior.

Tecnicamente estamos na presença de uma obra de arte. As lutas, o desmembramento, o sangue é todo feito ao pormenor. O efeito de camera lenta, com mudanças bruscas de ângulo ou a velocidade mais rápida são constantes. O facto é que consegue-se perceber aquilo que realmente quer ser transmitido, a operância deste exército de 300 em uníssono, como se fossem um só!

O filme mistura, este realismo de batalha, com elementos de introspecção e com elementos jocosos, o facto é que está tão bem desenhada a forma como se interliga que quando Leonidas grita, seja o que for, a vontade é pegar na espada e no escudo para lutar ao lado dele.

Tudo isto deve-se a Zack Snider, que já tinha feito o remake que mais gostei até hoje (Dawn Of The Dead) e demonstrou neste filme (onde foi também co-argumentista) que tem jeito para a coisa. Gerard Butler pelo contrário não foi uma surpresa. Foi a confirmação do talento deste actor. Desde Drácula a Fantasma da Ópera (onde cantou durante as filmagens o que é um feito, visto que a maioria dos artistas cantou em estúdio), o homem já fez de tudo e talvez seja desta que vai para voos mais altos. Rodrigo Santoro cumpre excelentemente o seu papel. Como Xerxes, o Deus-Rei vivo, ele está praticamente irreconhecível. Parece que agarrou um lugar em Hollywood!

9/10 Magnifico.

publicado por Ricardo Fernandes às 20:02 link do post
tags: ,
Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO