13 de Março de 2007

Reza a lenda que em cada geração, Mefistófeles (há coisas que não se traduzem… mas enfim), vem à terra angariar uma alma para ser o seu “bounty-hunter” do inferno. Mefistófeles procura alguém que traga as almas foragidas ao quinto dos infernos.

Um filme de BD é um filme bom por norma. Pelo menos para fanáticos, que como eu nem conseguem olhar para o Quarteto Fantástico ou ainda Hulk e ver um filme mau. Este Ghostrider ou como eu me acostumei a chama-lo (tudo culpa das revistas da Abril) Motoqueiro Fantasma, é um bom filme, tem bons actores e tens bons efeitos especiais. Como tudo na vida podia ser mais grandioso, mas uma vez que não é há que beber o que ele oferece.

Conta a história de Johny Cash (ou o João Dinheiro, se a tradutora do filme o quiser assim) um rapaz motociclista de circo com o pai seu mentor e companheiro de acrobacias. Para não faltar emoção romântica, o rapaz é apaixonado por uma local e daria tudo por ela.

Como nem todas as histórias são felizes, o pai de Johny tem cancro pulmonar e não nenhuma força na terra que possa evitar o fim inevitável do homem. Pois estão a pensar bem eu disse terra e não inferno. Mefistófeles, príncipe das trevas, aborda Johny e oferece-lhe um acordo que ele não pode recusar: a sua alma em troca da saúde do seu pai. Johny aceita (ainda que involuntariamente) e quando o seu pai fica melhor, Mefistófeles acha que este será um obstáculo à evolução de Johny como campeão dos infernos. Mata-o. Cash, magoado, foge, deixando tudo para trás e anos mais tarde constrói uma carreira como motociclista de espectáculos.

É nessa altura que surge o filho de Mephisto na terra (isto soa um pouco a uma mistura de Spawn com Constantine…) a preparar-se para fazer um golpe de estado no inferno. É assim que Johny Cash vive Ghostrider, sempre que tiver escuro e ele estiver perto do mal, transforma-se na caveira flamejante e vai punir os maus da fita.

Nicholas Cage é o Ghostrider. O papel não nasceu para ele, mas ele tem muita pinta ao fazer o mesmo. Se há tipo que mesmo a dar um ensaio de porrada, dos maiores que alguma vez vimos, tem um ar extremamente cool, esse alguém é Nicholas Cage. Portanto, resumindo e concluindo Nicholas Cage é o maior. Realizado e escrito sobriamente por Mark Steven Johnson, é um bom filme de domingo, diverte e fascina a quem é fã.

Errata: Em vez de Cash é Cage... E no post sobre o Nip/Tuck não é a quarta temporada e sim a quinta!!!

Dou-lhe 7/10.

publicado por Ricardo Fernandes às 15:38 link do post
tags: ,
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
16
17
18
20
21
22
23
24
25
28
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO