30 de Agosto de 2006

Top 10 filmes de BD.

10. Conan the Barbarian

Foi dos primeiros filmes que aluguei (o primeiro foi a sequela deste) e aquele que me fez ficar durante anos viciado a todo o tipo de filmes com Arnold Schwarzenegger. Conan anda erranta pela terra em busca dos assassinos do seu pai e mãe. O seu arqui inimigo é Thulsa Doom, interpretado por James Earl Jones. Um filme épico.

Mais informações em Conan the Barbarian.

09. Spawn

Filme de 1997 com John Leguizano e Martin Sheen no elenco. É a história de um errante herói que para salvar as pessoas que ama, vendeu a sua alma ao Diabo. O único problema é que o seu coração continua no lugar “certo” e em vez de  usar os seus novos poderes para destruir ele usa-os para ajudar. Foi escrito por Todd McFarlane, seu criador e desenhador da melhor fase do Homem-Aranha na Marvel. Mais info em Spawn.

08. Blade II

Parte da trilogia Blade, foi o que mais me encantou pela trama vampiresca que o rodeia. Blade desta vez, alia-se aos seus inimigos eternos para derrotar uma ameaça maior.

Informações em Blade II. 

07. Masters Of The Universe

Em pleno período de guerra civil no planeta Eternia, Skeletor finalmente consegue invadir o Castelo Grayskull. É aí que está prestes a matar He-Man, quando este consegue escapar para a terra trazendo a guerra do mundo deles para o nosso.

No IMDB em Masters of the Universe. 

06. Elektra

Depois de ter morrido em DareDevil, Elektra foi ressuscitada por Stick que se torna seu mestre. Cheia de dor Elektra torna-se uma assassina profissional, até ter como alvos uma família com a qual se identifica. Jennifer Garner em grande forma neste filme.

Tudo em Elektra.

Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us Free Image Hosting at www.ImageShack.us

O resto em breve...

publicado por Ricardo Fernandes às 15:02 link do post
tags:
30 de Agosto de 2006

Como podem verificar pelos conteúdos deste blog, eu sou fascinado por filmes e comics. Então filmes sobre comics, sou fanático, chego a apreciar belas "roscas" como Hulk ou Batman & Robin (este bastante mau).

Hoje inicio um post sobre T-Shirts. Eu tenho algumas das que estão abaixo e estou a alargar a minha colecção. Nomeadamente: Super-homem, Homem-Aranha Branca e Batman Espero com isto aliciar-vos a compra-las ou mesmo a fazerem as vossas t-shirts. Por exemplo a branca com o simbolo do Homem-Aranha, fui eu que a fiz.



Legenda da esquerda para a direita: The Flash; Homem- Aranha Vermelha, Quarteto Fantástico, Capitão América; X-men 3; Thundercats; Monstro das Bolachas, Daredevol, Batman; Homem Aranha branca; Venom; Super-Homem; Tubarão; Flash Gordon; Star Wars; 24; Transformers.
publicado por Ricardo Fernandes às 13:29 link do post
tags:
30 de Agosto de 2006

Como alguns de vós já sabem foi feito um episódio piloto para uma pretensa série sobre o Aquaman. Para quem não sabe, Arthur Curry aka Aquaman, é uma espécie de Namor (se não souberem não merecem o ar que respiram) da DC Comics.

Digo pretensa, pois esta série nunca passou para além do piloto. Eu tive a oportunidade de ver o piloto hoje e devo dizer que gostei bastante. Tem uma temática muito semelhante à de Smallville e talvez seja a razão para não ter ido em frente.

O cast para a série foi bem escolhido. Aliás, alguns dos actores são até bastante famosos, pelo que ainda mais estranha foi a decisão de não apostar nesta série. Entre Ving Rhames, Lou Diamond Phillips, Mike Russel, Daniella Deutscher, Denise Quiñones e o par romantico da série Justin Hartley como Aquaman, Amber McDonald como Eva, podemos ver que as escolhas para a série não foram ao acaso. Curiosidade na voz off que é de Annette O'Toole, Martha Kent em Smallville.

Sobre este episódio vou contar alguns SPOILERS sobre este episódio por isso, quem quer ver o piloto primeiro é melhor não ler nada.

A história começa 10 anos antes da linha de tempo a que vamos chamar de "presente". Arthur Curry e a sua mãe vão a voar sobre o triangulo das bermudas, quando de subito, o colar que ela trás ao pescoço começa a brilhar desalmadamente. O tempo que está de "céu limpo e pouco nublado" transforma-se em tempestado e gigantescos jactos de água emergem da superficie do mar para derrubar o avião. Depois de alguma aventura o avião caí e submerge. Eis que a mãe de Arthur (AC para os amigos), ganha uma força avassaladora liberta o filho, entretanto preso pelo cinto de segurança, dá-lhe o colar e avisa-o: "Eles vem para te buscar, Oren". AC consegue subir para a superfície, mas a mãe sacrifica-se para o salvar, pois seres estranhos já estavam a perseguir o cachopo.

10 anos mais tarde, no "presente" (termo bonito), AC é um jovem despreocupado e quase activista da Green Peace, pois diverte-se durante a noite a libertar golfinhos presos em cativeiro. Tem um bar com Eva, a sua melhor amiga e vive num barco. É aí que conhece McCaffery, que lhe revela algo do seu passado.

Entretanto, a Marinha encontra um "John Doe" à deriva com um colar igual ao de AC. Quem o encontra é o "pai" deste ultimo e apenas murmura: "Tenho de avisar Oren, eles vem aí". A marinha sob ordens de um departamento superior, envia a Tenente Torres, sobrevoar esta área, também conhecida como Triangulo das Bermudas, para verificar a existência de algo estranho. Aquaman, que por acaso estava a dar umas braçadas neste sitio, vê o seu colar brilhar como há 10 anos atrás e os mesmos jactos de água fazem despistar o avião. AC salva-a como seria de esperar e já no hospital dá de caras com o John Doe que o avisa do que perigo que está para vir. Nesse preciso momento entra no quarto um agente do governo que leva este John Doe.

Nessa noite, AC encontra uma linda mulher (Adrianne Palicki que muitos irão reconhecer pela sua participação em Smallville como Kara) no seu restaurante, que o fascina e o leva a nadar em pelota para o mar. Como não há bela sem senão ela transforma-se num bicho horrendo que o está a tentar matar, quando AC é salvo por McCaffey, e a "beleza" foge. Este explica a Arthur quem ele é na realidade, donde ele vem, qual é o seu destino explicando o porquê de ele ter poderes. AC é na realidade Oren, filho dos reis da Atlantida, onde o seu verdadeiro pai foi morto por não defender a uma guerra de assalto sobre a terra, por parte dos Atlantes. McCaffery, foi enviado para ser o mentor e protector de AC.

A "Beleza", uma Siren (bicho muito muito feio), volta à carga e mata o John Doe, cujos serviços secretos identificam como sendo um homem que desapareceu em 1937 no triangulo das bermudas. Consegue raptar AC, tenta assassinar Eva. Arthur acorda amarrado num barco em alto mar com McCarthy e este explica-lhe que estão a ser levados para a Atlantida de forma a serem executados. Isto poria o fim nas esperanças dos atlantes ainda fieis ao "antigo regime" (uma vez que se depreende que seja algo mau agora). Aquaman liberta-se ganha a luta derrota e mata o bicho feio. Os serviços secretos tentam então recrutar a Tenente Torres para os seus serviços e mais tarde percebemos que a razão dessa recruta é porque eles têm na sua posse uma foto dela a cantar num cabaret por volta de 1930.

O piloto termina aqui. Não há qualquer registro para que haja uma continuação ou  que a série vá alguma vez à avante. O episódio foi disponibilizado para download através do iTunes e podem procurá-lo na internet, há inclusivé legendas em português para o mesmo. O curioso é que este lançamento suscitou um burburim fenomenál na internet sobre esta série, criando-se inclusivé petições para que esta seja transmitida na integra. A minha teoria é que está a ser guardada para substituir Smallville que vai para o ar em Outubro para a 6ª série e provavelmente a derradeira. A saltar realmente para o pequeno ecrã, não deverá chamar-se Aquaman, o IMDB chama-lhe inclusivé "Mercy Reef".

publicado por Ricardo Fernandes às 00:49 link do post
tags:
28 de Agosto de 2006

Estava a analisar o site de cinema do sapo, apenas por curiosidade, quando vou às próximas estreias. Os minutos seguintes são de colapso mental e cardíaco.

Sinceramente não sei o que se está a passar com os distribuidores portugueses para cinema, não consigo sequer supor o que se está a passar. Havia tempos em que isto acontecia com frequência, mas nos últimos 2 anos, as estreias lá fora, eram separadas pelas de Portugal em 1 ou 2 semanas.

Eu tentar expor exemplificar onde quero chegar… Vou meter as estreias de cinema (não todas como é obvio, mas as mais significantes) nos próximos meses e a estreia oficial em terras ianques…

24 de Agosto de 2006

  Voo 93  -- USA 28 de Abril de 2006

31 de Agosto 2006

  Eu, Tu e o Emplastro --  USA 14 de Julho de 2006

  A Caminho de Guantanamo  -- USA 23 de Junho de 2006

 A casa Fantasma  -- USA 21 de Julho de 2006

  O Sentinela   --  USA 21 de Abril de 2006 (ao ponto de existirem copias piratas na Internet do DVD americano).

4 de Setembro 2006

  Uma Verdade Inconveniente  -- USA 26 de Maio de 2006

 A Minha Super Ex  -- USA 21 de Julho de 2006

 Havana - Cidade Perdida  -- USA 28 de Abril de 2006

21 de Setembro 2006

  World Trade Center  -- USA 11 de Agosto de 2006

 As Corridas Loucas de Ricky Bobby  -- USA 4 de agosto de 2006

 Clerks II  -- USA 21 de Julho de 2006

28 de Setembro 2006

  Obrigado por Fumar  -- USA 17 de Março de 2006

 A Senhora da Água  -- USA 21 de Julho de 2006

 Snakes on a Plane  -- USA 18 de Agosto de 2006

5 de Outubro 2006

  Click  --- 23 de Junho de 2006

 The Ilusionist  -- USA 18 de Agosto de 2006

12 de Outubro 2006

  Peaceful Warrior  -- USA 2 de Junho de 2006

19 de Outubro 2006

  Marie Antoinette  -- USA 20 de Outubro de 2006 (Aqui acontece o milagre!!)

26 de Outubro 2006

  O Diabo Veste Prada – USA 30 de Junho de 2006

Como devem supor, não fui atrás de todos os filmes. Apenas escolhi uns poucos e verifiquei a diferença de datas. De todos eles vão reparar que o único onde está como deveria estar é o “Marie Antoinette” com a Kirsten Dunst.  No entanto a maioria das situações são estreias separadas por 3 meses. No “Sentinela” são 4 meses e no “Obrigado por fumares” são 6 meses de diferença. O tempo suficiente para saírem os filmes em DVD nos E.U.A. e alguém os disponibilizar na Internet. Eu depreendo com isto que estão a incitar à pirataria. Eu compreendia o espaço entre estreias, de 1 ou 2 semanas, no pior dos casos um mês, mas nisto não vejo qualquer vantagem.

Se alguém que decide estas datas ler isto… por favor escreva um comentário, para me explicar o que se passa. Qual é a vantagem comercial? Como é que se incita a não piratear filmes com isto? É que se a justificação passa por ninguém querer ver filmes mal gravados por uma câmara de vídeo no cinema, tudo bem… mas nos States os DVD’s de Filmes vão para as lojas num tempo de intervalo muito curto, o que propicia a pirataria em Portugal, antes de o filme estrear cá. O Sentinela é um exemplo claro disso…

publicado por Ricardo Fernandes às 14:39 link do post
28 de Agosto de 2006

Todos os anos, como existem os “oscars”, existe também um evento onde são galardoadas da mesma forma as pessoas que fazem as séries de televisão que todos amamos. A noite de ontem não teve grandes surpresas, embora eu por gostos pessoais tenha ficado triste com algumas escolhas, a verdade é que a grande surpresa já tinha sido efectuada nas nomeações pois Desperate House Wifes não foi nomeado para nada significante. Há no entanto um estigma que finalmente foi ultrapassado. Julia Louis-Dreyfus que vocês todos conhecem muito bem como a Elaine de Seinfeld, finalmente ganhou um prémio sem ser pelo… Seinfeld!
Teve como apresentador Conan O'Brian, que é para mim um dos grandes génios da comédia norte-americana, e teve também a Evangeline Lilly :D. Esta só teve presente... não fez nada de especial... errm quer dizer o lá estar é especial... ai.


Assim sendo e sem mais demoras vou listar os principais vencedores da noite:


Melhor Série de Comédia

"The Office" (2005) 

Melhor Série de Drama

"24" (2001) 

Melhor Telefilme

The Girl in the Café (2005)

Melhor Mini-série

Elizabeth I (2005)

Melhor Actor Principal Numa Série de Comédia

Tony Shalhoub em "Monk" (2002)

Melhor Actor Principal Numa Série de Drama

Kiefer Sutherland em "24" (2001)

Melhor Actor Principal Numa Mini-Série ou Telefilme

Andre Braugher em "Thief" (2006)

Melhor Actriz Principal Numa Série de Comédia

Julia Louis-Dreyfus em "The New Adventures of Old Christine" (2006)

Melhor Actriz Principal Numa Série de Drama

Mariska Hargitay em "Law & Order: Special Victims Unit" (1999)

Melhor Actriz Principal Numa Mini-Série ou Telefilme

Helen Mirren em Elizabeth I (2005)


Esta informação foi toda retirada retirada daqui.

publicado por Ricardo Fernandes às 11:33 link do post
tags:
22 de Agosto de 2006

Como prometido os restantes cinco!

05. T-800 – Terminator 2

T-800 é uma máquina concebida para matar. Nos anos 80, surgiu uma ideia inovadora no mundo do cinema. Um robot assassino, com um esqueleto de metal revestido de pele, carne, sangue e suor. A ideia é simples: já no século XXI, quando o mundo é controlado por um mega computador, que está prestes a ser destruído pela rebelião humana, joga a sua ultima cartada, enviando esta máquina assassina ao passado para assassinar a mãe do líder dos rebeldes humanos antes que ele nasça. Ele falha como é óbvio. No segundo filme, um robot do mesmo modelo volta ao passado para, desta feita, proteger o miúdo (futuro rebelde), uma vez que anda uma nova máquina assassina à solta. Este é tido como um dos mais inovadores filmes de todos os tempos.


04. Indiana Jones – Raiders of the lost Ark

O arqueólogo com nome de cão é o aventureiro por excelência. Harrison Ford já era mediático pela sua participação em Star Wars com Han Solo. No entanto foi com Indiana Jones que se notabilizou. Neste primeiro filme, percorre o mundo para evitar que a arca onde pretensamente estão guardados os 10 mandamentos de Moisés caía nas mãos dos Nazis.


03. Dutch – Predator

Talvez um dos melhores filmes do Sovaconegro. Uma força militar especial, é destacada para as selvas da América do Sul, no intuito de resgatar uns prisioneiros de guerra. Sovaconegro é Dutch o líder da equipa que misteriosamente, começa a desaparecer um por um. Já tarde demais percebem que estão a ser a presa de um animal extraterrestre.


02. Bruce Lee – Enter the Dragon

Bruce Lee é a estrela mais cintilante que alguma vez saltou das artes marciais para o cinema. Morreu bastante novo, o que lhe permitiu ser um ícone, quase uma lenda. Este filme tem uma cena mítica no final onde Bruce luta com o inimigo da mão de garras. Não há ninguém que não tenha visto este filme.


01. Rambo

Escolham o filme. O Rambo é o maior. É simplesmente a melhor máquina de matar que existe! John Rambo, é um veterano de guerra, condecorado com várias medalhas de honra. Quando acaba o serviço militar, sem casa, sem nada, vai à deriva pelos States. Chega a um pequeno povoado, onde o Xerife implica com ele e não o quer na cidade. Teimoso, Rambo não quer sair da mesma e é encurralado pelos homens da Lei. Sendo brutalmente espancado. Consegue fugir e isolar-se numa montanha, onde se vinga matando-os um a um. É o RAMBO!


publicado por Ricardo Fernandes às 11:25 link do post
tags:
21 de Agosto de 2006

Retirei esta ideia do Joblo.com e também do Cineblog. Vou passar a fazer top’s!!! Não top’s de senhoras, porque eu com a agulha não tenho muito jeito, mas top’s de figuras interessantes.

 

Vamos começar com o TOP 10 dos melhores heróis de acção!

 

10. Luke Skywalker – Star Wars

Tem ar de menina é um facto… mas foi através de dele que todos nós sonhámos ter um sabre de luz. Foi com ele que a magia começou. Luke Skywalker, um agicultor moderno (?!?), só queria viajar pelo espaço. De um momento para o outro viu-se inserido numa trama de aventura e emoções dignas de um verdadeiro rebelde. Ora vejamos, não quer ter nada a ver com o pai... aliás tenta trespassa-lo variadas vezes, apaixona-se pela irmã... e tem como companheiro um robot gay... Um ganda maluco.


09. Murphy – Robocop

Haverá robot mais mítico que este? Robot… parvoíce… Cyborg! Antes era um polícia normal, com mulher e  filhos, mas ao tentar impedir os maus da fita  de um crime, é assassinado. Felizmente a sua tromba ficou intacta. Inserem a sua cabeça, num cyborg ultramoderno. Robocop passa a ser o policia perfeito, o herói da pequenada. Primeiro sem ter noção da sua vida passada e quando começa a ter, persegue a ex-mulher, que não quer nada com ele. Talvez devido à frustração, este vai atrás dos maus que lhe fizeram isto e mata-os um por um.

08. John McClane – Die Hard

O durão da história, com mais piada que existe… bem talvez o Ash tenha mais… mas a trilogia Die Hard é do melhor que há! John McClane é um chui como todos os outros. Tem problemas com a mulher. Ao visitar a mulher pelo Natal, vê-se a braços com uma invasão terrorista ao prédio da empresa da sua esposa. McClane como estava na casa de banho... escapa-se e  ataca todos os terroristas.

07. Ripley – Aliens

A única mulher deste post. A saga Aliens é a mais arrepiante saga de acção/terror do Cinema. E esta mulher no segundo filme… dá pau! No primeiro é apenas uma cientista  numa nave com 7 passageiros. Quando pousam num misterioso planeta, um dos colegas é infectado. Resultado após vários dias em coma, é que esteve a incubar aquilo que é muito parecido com uma boneca das Caldas e que mais tarde, vem a ser um "aliens". O bicho mata todos os colegas dela. Só ela e um gato é que se safam.

06. Ash – Army of Darkness

Uma moto serra, uma caçadeira, um sentido de humor irónico e quase sem escrúpulos nenhuns… Combinação fenomenal. Ash era apenas um tipo que queria ir para uma cabana dar umas grandes foleiradas. Quando lá chega a cabana tem um livro das trevas. Acontece então uma sucessão de eventos que  mais tarde o vai transportar até ao século XVI, onde faz furor  com a sua moto serra.

 


Os próximos 5: amanhã!

 

publicado por Ricardo Fernandes às 16:01 link do post
tags:
21 de Agosto de 2006

A maioria das críticas que li sobre Superman Returns são más. Umas muito más, outras assim, assim. Cheguei a ler que este filme não faz esquecer os primeiros Super-homem(s) com Christopher Reeves. A minha não é má, gostei bastante do filme e irei dizer porquê.

Antes um parágrafo. Eu vi o filme antes deste estrear no cinema. Não queria ver uma cópia pirata, mas fiquei com graves crises de verborreia asneirenta quando, soube que só iria estrear em Portugal praticamente 2 meses depois de ter estreado nos U.S.A. e no resto do mundo civilizado. A minha vingança: vou vê-lo como um pirata. Esta decisão de só estrear a 10 de Agosto em Portugal, levou-me a pensar no porquê. Foi uma estratégia de Marketing, certamente. Se o foi, foi muito mal concebida. Provavelmente a intenção era levar as famílias imigrantes ao cinema, esquecendo-se porém que essas já o teriam visto há 2 meses atrás. E quem não o viu então, foi porque não tinha interesse... logo... não o irá ver agora… Brilhante estratégia não?

Apesar de tudo isto, eu fui na realidade vê-lo também ao cinema. Fui vê-lo na sala Cinemax do Beloura Shopping, zona VIP.

Superman Returns situa-se cronologicamente depois do segundo filme da saga, imortalizada por Christopher Reeves. Neste segundo filme, Lois Lane descobre que Clark Kent é na realidade o Super-Homem e este usa um dos cristais da sua fortaleza da Solidão para se tornar humano e poder ter uma vida normal, com a sua eterna amada. Tudo estaria bem, não fosse, 3 criminosos de Krypton presos na Zona-Fantasma (prisão Kryptoniana), conseguirem fugir para fugir para a terra. Nesta, eles tem os poderes do Super-Homem e são imparáveis, principalmente quando se juntam a Lex Luthor. O líder destes criminosos é Zod. Um grande general kryptoniano que tinha sido aprisionado por Jor-El, pai do Super-Homem. Em busca de vingança, devastam o nosso planeta e Clark Kent que era agora humana, é forçado a desistir da sua vida normal e recupera os seus poderes. O filme acaba, com a destruição destes 3 inimigos mortais e com algo inexplicável: Lois Lane esquece que Clark Kent é o Super-Homem.

Superman Returns segue a partir daqui. Uns cientistas descobrem fragmentos do planeta natal do Homem de Aço. Na eterna procura de um ser igual, Kal-El (Super-Homem) resolve partir em busca de vida nesses fragmentos, mas não encontra ninguém e retorna à terra. Passam-se 5 anos e a terra continua a sua vida sem o Super-Homem.

Quando regressa, muito se alterou. Lex Luthor foi solto porque o Super-Homem não podia depor; e principalmente Lois Lane está junta com outra pessoa e é Mãe.

Não vou adiantar mais do filme, pois é minha intrínseca opinião que devem ver o filme.

Brandon Roth é o indivíduo que tem a cruel missão de fazer esquecer Christopher Reeves. É fisicamente parecido com este último e em certas alturas do filme, principalmente quando se despede de Lois na famosa expressão “Good night Lois!” é a voz de Reeves. Como Clark é quando tem mais semelhanças. As mesmas idiotices e jeito parvo que caracteriza o repórter está patente. É um fardo enorme representar o papel de alguém admirado por todos, o papel que para Christopher Reeves, foi o seu, é o seu papel, mas Brandon Roth está muito bem.

Kate Bosworth é a nova Lois Lane. Não é a Lois Lane dos mundos do Super-Homem que mais gosto, no entanto é uma carinha laroca, bem mais bonita que Margot Kidder. Ela impregna ao seu papel uma idoneidade diferente da que Margot deu. Margot Kidder, representava uma mulher cosmopolita, com um stress brutal, sempre numa azáfama arrebatadora, com uma voz que roçava os decibéis que provocam a surdez a qualquer um e Kate dá-nos uma mulher completamente diferente. Também arrisca e provoca, mas é muito comedida e a voz têm um tom normal. Talvez por ser mãe, está mais controlada, o que transfere ao papel uma credibilidade maior.

Para Kevin Spacey a tarefa não era nada fácil. Substituir o consagrado Gene Hackman, não é para qualquer um. Mas Spacey, dispensa apresentações e este sim… É o Lex Luthor, que eu queria. É cruel mesquinho e quando esboçamos um sorriso ao vê-lo no filme é porque ele é irónico e não uma barata tonta.

Bryan Singer apostou num elenco consagrado, excepção feita a Brandon Roth, e talvez Kate Bosworth, embora não tendo feito muitos filmes, é já bastante conhecida nos states. Foi engraçado vê-lo recuperar velhas filmagens de Marlon Brando dos primeiros filmes e inseri-las neste, e visualmente creio que ele é do melhor que por aí anda. Depois dos 2 primeiros X-Men, cujo 3º abandonou para fazer Superman Returns, só se podia esperar beleza visual. O Super-Homem realmente voa, a capa esvoaça de acordo com os movimentos do actor, e as cenas de acção conseguem-nos colar à cadeira.

Devo frisar dois momentos que para mim demonstram o quanto este filme é bom. Sem estar a querer estragar nada a ninguém, o Super-Homem leva um enfardamento brutal na parte final do filme. Eu consegui sentir o sufoco, dor e desespero através da sucessão de imagens e do desempenho de Brandon Roth. De salientar também que após salvar o mundo, o nosso herói cai das alturas e a forma como cai fez-me lembrar um outro filme e a história da humanidade. Ele cai de braços abertos e em forma de cruz… Preciso de salientar mais? Salvador da Humanidade? Hello?!! Anyone? O filme que me recorda é a terceira parte de Matrix, quando Neo é carregado para o núcleo.

É através de Singer que poderemos agradecer a presença de Spacey, que o tinha dirigido em Suspeitos do Costume. Também contamos aqui com James Madeson, o Ciclops de X-Men.

No fundo, este não é um filme de vislumbre. É um filme para quem gosta do Super-Homem. Para quem entende o personagem e vibra com ele. Para os demais é apenas um filme que se vê bem, nunca um filme extraordinário. Para mim… foi magnífico (embora com o dinheiro que foi gasto pudesse e devesse ser melhor).



publicado por Ricardo Fernandes às 14:12 link do post
tags: ,
07 de Agosto de 2006

Estou sem tempo. E agora vou continuar o resumo de Julho!

- Smallville volta com a 6ª Série a 21 de Setembro lá para os States. Algumas novidades nesta nova série, revelam que Jimmy Olsen irá entrar e será mais velho que Clark. Que irá existir uma Liga da Justiça antes mesmo de existir um Super-Homem e Martha Kent terá um caso com Perry White.

-Misha Barton, cuja personagem morreu recentemente em "The O.C.", irá entrar na nova temporada de "Donas de Casa Desesperadas". Quem não sabe quem é ou o que fez clique aqui.

- Será Tom Cruise o Homem de Ferro? Há rumores que apontam nesse sentido. Reza a lenda que lá na terra do cinema ele foi escolhido para fazer o papel de Tony Stark. Jon Favrou disse recentemente que ele não iria sequer concorrer ao papel... O que pode dizer duas coisas: um ele não entra, entra um desconhecido e põe a sequela em risco. Dois... ele já está escolhido há muito tempo. Estreia a 2 de Maio de 2008.

- Elisha Cuthbert, a famosa filha de Jack Bauer em 24, irá entrar no remake de um filme coreano "My Sassy Girl". Ao que parece é do mesmo "andamento" que o "The Girl Next Door". Viva a originalidade em Hollywood.

- K-Fed, que é o marido de Britney Spears, está a tentar convencê-la a posar a para Playboy. Ao que parece K-Fed teve um encontro com Hugh Hefner e este deve ter oferecido uma boa batelada, para o inútil andar a convencer a esposa.

- Jennifer Aniston tem as pernas mais perfeitas de Hollywood. Segundo um estudo recente ela ficou à frente de Jessica Simpson e Christina Aguilera. Nota de menção, Jolie nem sequer entrou nas contas.

E pronto para Julho foi mais ou menos isto!
publicado por Ricardo Fernandes às 12:19 link do post
tags:
01 de Agosto de 2006

Meus caros amigos... Antes de tudo aquilo que vos quero contar, tenho de vos pedir as mais sinceras desculpas. Percorri Portugal em negócios no último mês e foi esse o motivo da minha "saudosa" ausência (creio eu pelo menos :D).
Este mês muito se passou na "vida activa" do cinema, música, arte, o que irá tornar a minha tarefa de resumir, muito mais Hercúlea. Claro está, que eu estou mais que habilitado para conseguir tal proeza. Em suma, vou resumir o que se passou numa secção de curtas:

- John Woo (para quem não sabe tem a MI II e o Hulk* no curriculum) deixou o projecto de He-Man. Sim... esse mesmo que gritava: "By the powers of Greyskull". Supõe-se que não era um remake do filme de 86 com Dolph Lundgreen, mas também não se sabeo que será... se é que virá a ser.

- A 3ª Temporada de Lost está practicamente a começar. Para além de um turbilhão de alterações na história, irão entrar 3 novos personagens, cujo nome ainda não sei, mas que serão representados por: o nosso velho conhecido brasileiro Rodrigo Santoro, a linda Natasha Henstridge  e Elizabeth Mitchell..

- Asheley Simpson é agora modelo de Lingerie para a Victoria Secrets. Não será das gamas altas, onde pertencem a Gisele ou a Ana Beatriz Barros, mas sempre é para a Victoria Secrets (gamas altas... parece que estou a escrever sobre carros...)

- Jennifer Lopez em filme porno. Calma, calma... camaradas e mulheres ambíguas... Não anda nada aí na net, por isso podem fechar o emule. Um deficiente qualquer, tentou vender  por 1 milhão de Dollars a esta senhora e ao actual marido um filme porno protagonizado pelos mesmos. Resultado: o tipo foi preso e ao parece não tinha cópias da "tape". Besta de....

- Nas últimas de Quarteto Fantástico 2 disse-vos que iria entrar o Surfista Prateado. É tudo verdade, mas ao que parece, este vai ser 100% digital... Ou seja temos mais um "Hulk".

- David Goyer ( que para quem não sabe é o argumentista de Batman Begins, Blade e dos Futuros Dark Knight também conhecido como Batman Begins 2, Capitão America e The Flash) confirmou recentemente que está a escrever o argumento de Thor! Boa onda meu caro, boa onda!

- Paris Hilton gravou um álbum. Sim eu disse um álbum. Lançou o seu primeiro single agora em Julho que se chama "Stars are Blind". E para além de eu dizer que queria era ser surdo a ouvir isto, recuso-me a tecer qualquer comentário.

- Aliens Vs. Predator 2 já tem história. Vai-se passar no meio de uma pacata cidade dos States. Vamos ver o andamento que vai ter com todas as pessoas no meio das duas maiores  espécies assassinas do cinema.

- Hostel 2 já têm guião e está muito avançado: Três jovens moçoilas estão a passear em Roma, ao que parece cruzam-se com a personagem principal do primeiro filme e vão parar à República Checa. Daí em diante... Matança!

- Filme Superman Vs. Batman. Esqueçam: é tudo treta! Nem se sabe se vai haver um Superman Returns 2 quanto mais...

- Kate Bosworth foi considerada a Lois Lane mais sexy de todos os tempos, deixando Erica Durance de Smallville em 2º e em 3º Teri Hatcher de Lois & Clark e de Donas de Casa Desesperadas. Eu cá tinha posto a Durance... mas pronto...

- M. Night Shaylaman pode vir a realizar o sexto e sétimo filme de Harry Potter. Ao que parece estão em conversações uma vez que já lhe tinham oferecido o primeiro filme, entretanto posto de lado devido a conflitos de agenda...

Mais amanhã... Ou ainda hoje se houver tempo!

* Se virem os comentários, eu enganei-me e o JBM do famoso blog "Cineblog" rectificou que o Hulk não foi feito pelo John Woo e sim pelo Ang Lee. Perdoem-me mas não consegui distinguir... :)


publicado por Ricardo Fernandes às 16:00 link do post
tags:
Agosto 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
23
24
25
26
27
29
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO