23 de Abril de 2008

Sam Tyler (John Simm) é um polícia que está pelos cabelos com um crime que não consegue solucionar. É o ano de nosso senhor 2006 e o criminoso consegue iludir a polícia, não deixando qualquer vestígio nas vítimas a não ser um fio sintético na unha das vítimas. Apenas com um suspeito que se prova não estar relacionado com o crime, Sam não sabe o que fazer. Tudo se complica quando através de um palpite a sua namorada (que também é polícia) vai ao encalço do suspeito e desaparece. Em pânico, Sam vai dar uma volta de carro e quando resolve para e sair do carro ao som de “Life on Mars” de David Bowie, é atropelado. O que parece um percurso regular numa série e sem grande interesse é alterado por este acontecimento. Sam acorda não num Hospital, mas 33 anos antes da sua época: 1973. Sem saber porquê, Sam vê-se inserido na vida da pacata cidade, mas algo é estranho pois sabe que está ali por uma razão, ele continua polícia e vai ter a hipótese de desvendar o crime que tanto o aterroriza no seu presente, neste “passado presente”.

 

Confesso que séries Britanicas sem componente de humor, nunca me foram apelativas e pouco sabia desta série. Apenas tinha o conhecimento que David E. Kelly (explicarei mais à frente), teria pegado nela e iria sair uma versão americana da mesma. Depois há outro factor: Actores com a cara do Rooney… não me parece. Para piorar faz-me confusão um tipo entrar no lado esquerdo do carro à frente e ser pendura. Mas isto é mesmo o pior, apenas e só. O tipo com cara de Ronney é John Simm, que embora não disfarce ser inglês é um grande actor, como é obvio não tem pinta de vedeta, mas se calhar também não era necessário. Agora o staff de 1973 que o rodeia é que é de facto um mimo e muito provavelmente a razão de David E. Kelly ter feito tanta força para ter esta adaptação nos EUA. Sam Tyler tem um chefe chamado Gene Hunt (Philip Glenister). Ora este Gene é um prato. É bruto, irresponsável, parvalhão, mas tem um excelente coração, aliás tem imensas características de Denny Crane, mas com total liberdade de pegar em armas, portanto podem imaginar o fascinio. Ora David E. Kelly para quem não sabe, não só é o criador de Boston Legal, como de e passo a citar: “ Doogie Howser M.D; L.A. Law; Picket Fences; Allu McBeal; Boston Public e The Practice”. Não só este ex-advogado só faz séries de sucesso e cria personagens míticos como piora tudo sendo casado com a mulher mais linda do planeta (sem ser a minha namorada claro) Michelle Pfeiffer. Se David E. Kelly foi suficiente para me fazer interessar pela série, esta acabou por ser muito melhor do que estava à espera. Tenho confiança na série americana, mas fiquei com medo, depois de ver o quão boa é esta britânica…

 

8/10 – Gene Hunt + Denny Crane = Bud Spencer????

publicado por Ricardo Fernandes às 12:02 link do post
Hum... tenho um certo receio do que irão fazer na versão americana da série. Life on Mars é uma maravilha, mas já sabemos que as adaptações americanas nem sempre dão certo...
a ver vamos!
tvfiles a 6 de Maio de 2008 às 21:39
Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
19
20
24
25
26
27
29
Posts mais comentados
23 comentários
22 comentários
20 comentários
20 comentários
20 comentários
19 comentários
17 comentários
16 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
2016...Para Luz eu te ordeno!..Para luz eu te Orde...
De mora muito parece que n gosta de ganhar dinheir...
Postagem de 2006 comentários 2012 e ja no final de...
To esperando até hoje!! kkk..
cara o jason é o maior maniaco dos filmes o filme ...
Eu me apaixonei com ele
2014 E NADA DE CONSTANTINE 2 ???????????
Gosto muito deste filme não só gosto...
Ele é um boneco muito ruin. Apesa tamb&eacu...
Deculpa mas é velho mesmo
blogs SAPO